Pedalar pela Igualdade em Guimarães

Promover a prevenção contra a violência doméstica é o mote do passeio organizado pela Desincoop que se realizará no dia 25 de outubro em Guimarães. A iniciativa é de participação gratuita e as inscrições podem ser formalizadas online ( www.acm.pt )
O início está marcado para as 10h00, na PAC - Plataforma das Artes e da Criatividade (Avenida Conde Margaride - Guimarães), onde estará patente uma exposição sobre a temática que abrirá ao público na véspera do passeio. Os participantes são desafiados a participar no passeio com uma peça de vestuário ou acessório pessoal (camisola, lenço, cachecol, capacete, etc.) cor de laranja, associando-se assim aos “Dias Laranja” proclamados pelas Nações Unidas.
O Passeio “Pedalar Pela Igualdade” é aberto à participação de todos os interessados (participação gratuita com oferta do seguro desportivo), estando previsto um percurso de baixa dificuldade que terminará na Casa de Dardos, junto do Multiusos de Guimarães. As inscrições para o passeio – promovido com o apoio da Associação de Ciclismo do Minho - devem ser formalizadas em www.acm.pt .
Sensibilizar e alertar a sociedade em geral e os poderes públicos para a problemática dos atentados aos direitos humanos e aos direitos das mulheres são alguns dos objetivos do Passeio “Pedalar Pela Igualdade” promovido pelo segundo ano pela Desincoop.
De acordo com a organização, “apesar de todos os progressos que se verificaram nas décadas mais recentes, a desigualdade de género e a violência contra as mulheres continua a fazer-se sentir como comprovam os múltiplos relatórios de organizações internacionais ONU, PNUD, OCDE, Comissão Europeia entre outras”. Na União Europeia, exemplifica a organização, estima-se que 50.000 mulheres ou raparigas tenham sido sujeitas ao ritual da mutilação genital, 40 a 45% das mulheres europeias referem ter sido alvo de assédio sexual no local de trabalho, 175.000 mulheres, provenientes de países de Leste, são traficadas para prostituição forçada sobretudo na Europa e o casamento forçado é outra forma de violência sobre o qual não existem estatísticas nem estudos.
As Nações Unidas proclamaram o período entre 25 de outubro e 25 de novembro como “Dias Laranja” que a Desincoop tem vindo a promover e que este ano integram várias iniciativas, entre as quais o Passeio “Pedalar Pela Igualdade”.

Tags:

Sobre nós

Associação dedicada à promoção e divulgação do ciclismo.

Subscrever

Media

Media