SECRETÁRIO DE ESTADO DA INTERNACIONALIZAÇÃO DEBATE NA AICCOPN

Mercados Externos e Instrumentos de Financiamento Internacionais para Projetos de relevante interesse para o Setor DA CONSTRUÇÃO E DO IMOBILIÁRIO
 
Numa iniciativa da CPCI – Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário , realizada no âmbito do Projeto Rede Internacional da Construção Portuguesa GPC | Global Portuguese Construction , promovido pela AICCOPN – Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas , o Secretário de Estado da Internacionalização, Dr. Jorge Costa Oliveira, irá, amanhã, dia 29 de novembro, participar num encontro de empresários do setor da construção e do imobiliário, o qual terá lugar na Presidência da Confederação (Sede da AICCOPN |Rua Álvares Cabral, 306 | Porto).
 
Constituindo o segundo encontro que junta, na Presidência da CPCI, o Secretário de Estado da Internacionalização e empresários do Setor, para além de ter por objetivo a avaliação do processo de internacionalização das empresas nacionais, cujo importante papel é manifesto, pretende-se, de igual modo, contribuir para um melhor esclarecimento sobre os instrumentos e apoios disponíveis e, ao mesmo tempo, sensibilizar e alertar o governante para as contrariedades que o tecido empresarial nacional enfrenta nos mercados externos.
 
Uma diplomacia económica que reconheça as especificidades do setor, instrumentos de financiamento adequados, reciprocidade no acesso aos mercados externos, maior flexibilização e facilidade na obtenção de garantias em concursos internacionais, são alguns dos aspetos que irão, certamente, fomentar o diálogo entre os empresários e o Secretário de Estado, consolidando a postura de debate construtivo, que contribuirá para a melhoria do posicionamento competitivo do setor e para o alargamento do processo de internacionalização a um maior número de empresas, designadamente PME’s.

Tags:

Sobre nós

AICCOPN - Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas assume-se como a porta-voz das preocupações e interesses dos empresários do sector, desempenhando uma dupla função de lobby junto dos órgãos de decisão e de prestação de um conjunto de serviços.Esta Associação é hoje a maior associação industrial do país, representando cerca de oito mil Associados.

Subscrever