Aeroporto de Lisboa associa-se ao MURO

A ANA Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Lisboa, associou-se ao “MURO - Festival de Arte Urbana Lx_2016”, organizado pela Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa (GAU), em parceria com a Junta de Freguesia de Carnide e a EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural da cidade de Lisboa.
 
O “MURO” - com epicentro no Bairro Padre Cruz e intervenções dispersas pela cidade - apresentará também novas peças de street art no Aeroporto de Lisboa – dentro e fora da aerogare –, subordinadas ao tema «Lisboa: Ligamos Portugal ao Mundo». Trazendo a Lisboa e ao seu Aeroporto, um momento de celebração da arte urbana, através de um grande evento aberto a toda a população. O MURO recebe o talento de criadores nacionais e internacionais de inegável prestígio, eleitos por nomes de peso da arte urbana como Vhils/Pauline Foessel, Lara Seixo Rodrigues, Pariz One, Pedro Soares Neves, Miguel Negretti e Ana Vilar Bravo, curadores do festival, completando a GAU o núcleo de artistas presentes na programação.
 
Participam na intervenção do aeroporto, a convite do Aeroporto de Lisboa e da GAU, os seguintes artistas:
- UTOPIA (http://www.utopia-arts.com/street-art-graffiti.html)
- NOMEN (http://www.nomen1.com/)
- MÁRCIO BAHIA (https://www.facebook.com/studiomarciobahia/)
 
Mais informação em: https://www.facebook.com/galeriadearteurbana

Sobre o Grupo ANA
O Grupo ANA é um sólido grupo empresarial responsável pela gestão dos aeroportos em Portugal Continental (Lisboa, Porto, Faro e Terminal Civil de Beja), na Região Autónoma dos Açores (Ponta Delgada, Horta, Santa Maria e Flores) e na Região Autónoma da Madeira (Madeira e Porto Santo). Em Setembro de 2013, o Grupo ANA integrou a VINCI Airports.
 
Sobre a VINCI Airports
Operador internacional no sector aeroportuário, a Vinci Airports assegura o desenvolvimento e operação de 34 aeroportos, incluindo 12 em França, 10 em Portugal (entre os quais o hub de Lisboa, com 20 milhões de passageiros), 3 no Camboja, 2 no Japão, 6 na República Dominicana e o de Santiago do Chile, o sexto maior aeroporto sul-americano.
Servido por mais de 140 companhias aéreas, o conjunto das plataformas da VINCI Airports gere um tráfego de mais de 100 milhões de passageiros anuais, com um volume de negócios de mais de 820 milhões de euros 1 . Graças à sua experiência como integrador global, a VINCI Airports, com os seus 8500 colaboradores, desenvolve, financia, constrói, opera aeroportos e disponibiliza a sua capacidade de investimento, a sua rede internacional e o seu conhecimento especializado na otimização da gestão das plataformas existentes, de projetos de expansão ou de construção completa de infraestruturas aeroportuárias.
Mais informações em www.vinci-airports.com
1 - Valor de 2015 não incluindo Chile, Japão e República Dominicana

Tags:

Sobre nós

Tem como missão gerir de forma eficiente as infra-estruturas aeroportuárias.

Subscrever