ANA Aeroportos de Portugal apresenta Plano de Incentivos a companhias aéreas

Este novo programa apoia as companhias aéreas que de forma sustentada mais contribuam para o crescimento do tráfego e desenvolvimento da rede de destinos nos aeroportos nacionais, com as seguintes ideias chave:
 
Incentivos e apoios de marketing, dois sistemas complementares
Nas atuais condições de mercado temos de estar preparados para oferecer às companhias aéreas um pacote competitivo de apoios. Na ANA optámos pela criação do novo sistema de incentivos, claramente vocacionado para apoio à oferta de mais rotas, frequências e lugares e, complementarmente, por um sistema de apoio à promoção da procura – Apoios de marketing – que utilizamos, em parte, em articulação com o Turismo de Portugal através do protocolo assinado no dia 23 de Fevereiro de 2015. A este respeito, importa referir que, neste momento, a situação que vivemos é estruturalmente diferente. Para além do clima de incerteza económica, o número de oportunidades para abertura de novas rotas é menor e para mercados mais desafiantes do ponto de vista do desenvolvimento da procura, quer turística, quer por outras motivações associadas ao outbound.
 
O novo sistema de incentivos é a prova do forte compromisso da ANA com o desenvolvimento do tráfego aéreo
O novo modelo regulatório e o quadro de objetivos de desenvolvimento de rotas e crescimento de tráfego que a ANA assumiu, levaram à necessidade de rever os sistemas de incentivos existentes e criar um novo programa de incentivos que se caracteriza por ter uma estrutura comum para todos os aeroportos rede ANA (com exceção de Lisboa onde o programa não é aplicável), sendo, ainda assim, flexível e adaptável à estratégia e objetivos de desenvolvimento de cada aeroporto. Este novo sistema atua como um complemento do modelo de regulação apoiando as companhias aéreas que, de forma sustentada, mais contribuam para o crescimento do tráfego e desenvolvimento da rede de destinos nos aeroportos nacionais.
 
Funcionamento do novo sistema de incentivos
Este novo programa, que entra em vigor na próxima temporada de Verão IATA (final de Março 2015), foi especialmente desenhado para apoiar o crescimento de tráfego sustentável associado à diversificação de rotas, de companhias aéreas, de horários e de frequências e segue 3 vertentes de apoio:
 

  1. Apoia o aumento da eficiência operacional, atribuindo um incentivo às companhias aéreas que, utilizando o mesmo número de movimentos, aumente o número de passageiros transportados (por aumento de load factor ou da capacidade da aeronave).
  2. Apoia o aumento de frequências em rotas já servidas, promovendo assim a diversificação de oferta ao nível de companhias e horários.
  3. Apoio a abertura de novas rotas para o aeroporto permitindo assim alargar a rede de destinos servidos.
 
Relativamente ao funcionamento deste novo sistema, e por serem aspetos diferenciadores, destacaríamos:
 
  • Que se trata de um sistema com estrutura comum para todos os aeroportos rede ANA, flexível  e adaptável  à estratégia e objetivos de desenvolvimento de cada aeroporto.
  • Que assenta numa diferenciação dos apoios em função da capacidade dos aeroportos (períodos diários pico/não-pico); da sazonalidade da procura (verão, inverno e meia-estação); e dos mercados a incentivar.
  • Que a atribuição de incentivos por crescimento do número de passageiros e aumento de frequências está sujeita ao crescimento efetivo das companhias e das rotas operadas, evitando assim o apoio a crescimento de tráfego não sustentado.
  • Que promove uma maior partilha das companhias aéreas sobre os seus planos de crescimento.
Por questões de estratégia comercial o sistema de incentivos não estará, nesta fase, disponível em Lisboa, onde apenas se vai aplicar o sistema de apoios de marketing para promoção da procura.
 
Complementarmente, foram apresentados os resultados do tráfego nos aeroportos ANA em 2014, que refletem o crescimento sustentado que tem vindo a ocorrer nos últimos anos em Portugal.
 
A apresentação contou com a presença do Exmo. Secretário de Estado dos Transportes, Dr. Sérgio Monteiro.
 

Tags:

Sobre nós

Tem como missão gerir de forma eficiente as infra-estruturas aeroportuárias.

Subscrever