Cerimónia oficial de mudança de designação para Aeroporto Humberto Delgado

Vai decorrer no próximo domingo, 15 de maio, pelas 11h45, a cerimónia que assinala a atribuição da nova designação oficial ao Aeroporto de Lisboa que, a partir daquela data, se passará a chamar Aeroporto Humberto Delgado.
 
Esta alteração, que decorre da decisão do Conselho de Ministros de 11 de fevereiro de 2016, pretende homenagear uma figura notável da história política nacional do século XX e um vulto da aviação civil portuguesa, reconhecendo o papel ímpar do General Humberto Delgado não só no combate pela liberdade e pela democracia durante o Estado Novo, como também na criação da moderna aviação comercial em Portugal.
 
A cerimónia, que contará com a presença de S. Exas o Presidente da República e o Primeiro-Ministro, para além do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, iniciar-se á com o descerramento da nova denominação oficial do aeroporto na fachada exterior do Aeroporto junto ao cilindro, seguida do descerramento, no interior da aerogare, de Placa alusiva à cerimónia.
 
Após estes momentos solenes, a comitiva visitará a exposição “Humberto Delgado e a Liberdade dos Céus”, após o que o Presidente da VINCI Airports, Nicolas Notebaert, dará as boas-vindas aos presentes e marcará a abertura oficial da exposição com a passagem de um pequeno filme sobre a personalidade do General Humberto Delgado.
 
Antes do encerramento do evento, ainda haverá lugar à cerimónia de obliteração de um Postal dos CTT Comemorativo da nova designação do aeroporto.
 
A exposição “Humberto Delgado e a Liberdade dos Céus” ficará patente na área do cilindro durante duas semanas, podendo ser visitada livremente já que se encontra numa zona pública.
 
O elemento central desta Exposição será constituído por uma estrutura hexagonal posicionada na zona central do cilindro. Nas paredes exteriores desta estrutura serão afixados cinco painéis multimédia de 47”, nos quais estará representado o acervo fotográfico/videográfico relativo ao General Humberto Delgado incluído no espólio da ANA – Aeroportos de Portugal. Associado a cada um dos painéis, existe um QR Code que estabelece a ligação digital entre o visitante e a exposição, permitindo uma visualização posterior e partilha do conteúdo através das redes sociais.

No interior da estrutura existirá um ambiente “imersivo” que conta com a projeção de um vídeo nas 3 paredes do cubo. O vídeo pretende, como conceito, realizar um paralelismo dinâmico, mostrando a evolução do aeroporto e da sua atividade (infraestrutura, aeronaves e serviços) desde a década de 40 à atualidade.
 
A passagem de nome, será marcada com uma parede interativa, cujo caminhar dos passageiros e convidados no sentido da exposição, descobre entre as nuvens o novo nome do Aeroporto Humberto Delgado.
 
Adicionalmente, uma pequena estrutura irá albergar um holograma com cerca de 50 centímetros representando a mesa de trabalho do General Humberto Delgado e a respetiva cadeira.  
 
No recinto da exposição estarão, ainda, disponíveis duas mesas interativas com conteúdos mais lúdicos (jogos, vídeos), para uma interação mais recreativa.
 
No lado direito da entrada no cilindro, estará instalado um video wall constituído por nove ecrãs, no qual serão apresentados conteúdos alusivos à exposição.

https://www.youtube.com/watch?v=KqoADjH_W50

Sobre o Grupo ANA
O Grupo ANA é um sólido grupo empresarial responsável pela gestão dos aeroportos em Portugal Continental (Lisboa, Porto, Faro e Terminal Civil de Beja), na Região Autónoma dos Açores (Ponta Delgada, Horta, Santa Maria e Flores) e na Região Autónoma da Madeira (Madeira e Porto Santo). Em Setembro de 2013, o Grupo ANA integrou a VINCI Airports.
 
Sobre a VINCI Airports
Operador internacional no sector aeroportuário, a Vinci Airports assegura o desenvolvimento e operação de 34 aeroportos, incluindo 12 em França, 10 em Portugal (entre os quais o hub de Lisboa, com 20 milhões de passageiros), 3 no Camboja, 2 no Japão, 6 na República Dominicana e o de Santiago do Chile, o sexto maior aeroporto sul-americano.
Servido por mais de 140 companhias aéreas, o conjunto das plataformas da VINCI Airports gere um tráfego de mais de 100 milhões de passageiros anuais, com um volume de negócios de mais de 820 milhões de euros 1 . Graças à sua experiência como integrador global, a VINCI Airports, com os seus 8500 colaboradores, desenvolve, financia, constrói, opera aeroportos e disponibiliza a sua capacidade de investimento, a sua rede internacional e o seu conhecimento especializado na otimização da gestão das plataformas existentes, de projetos de expansão ou de construção completa de infraestruturas aeroportuárias.
Mais informações em www.vinci-airports.com
1 - Valor de 2015 não incluindo Chile, Japão e República Dominicana

Tags:

Sobre nós

Tem como missão gerir de forma eficiente as infra-estruturas aeroportuárias.

Subscrever