LISBOA E ZAGREB LIGADOS COM NOVO VOO DIRETO PELA CROATIA AIRLINES

O Aeroporto de Lisboa recebeu esta segunda-feira mais uma nova companhia aérea: a Croatia Airlines, membro da Star Alliance, que inicia voos diretos entre Zagreb e Lisboa.
 
A companhia aérea croata passou assim a ligar as duas capitais de forma direta e regular, aproximando dois países que estão “na moda” e em fase visivelmente crescente no panorama turístico europeu e mundial. O voo realiza-se às segundas, quartas e sextas-feiras.
 
A cerimónia oficial da inauguração da nova rota contou com a presença do Embaixador da Croácia em Portugal, Ivica Maricic, do Diretor do Aeroporto, João Nunes e do Presidente da Croatia Ailines, Krešimir Kucko, que destacou a importância da nova rota para a companhia e para os passageiros croatas que, acredita, serão encorajados a descobrir a beleza de Lisboa e de Portugal. Referiu ainda que esta ligação tem gerado grande interesse e que as reservas estão acima do esperado.
 
Junto dos passageiros, a celebração deste novo voo fez-se com a presença figurativa de Fernando Pessoa que recitou alguns poemas na receção dos primeiros passageiros desembarcados e os primeiros passageiros a partir neste voo registaram o momento numa “selfie” personalizada.
 
O avião utilizado pela Croatia Airlines será o Airbus A319, A320 ou Fokker 100, consoante a procura, numa rota que se vai prolongar, pelo menos, até finais de outubro.

Sobre o Grupo ANA
O Grupo ANA é um sólido grupo empresarial responsável pela gestão dos aeroportos em Portugal Continental (Lisboa, Porto, Faro e Terminal Civil de Beja), na Região Autónoma dos Açores (Ponta Delgada, Horta, Santa Maria e Flores) e na Região Autónoma da Madeira (Madeira e Porto Santo). Em Setembro de 2013, o Grupo ANA integrou a VINCI Airports.
 
Sobre a VINCI Airports
Operador internacional no sector aeroportuário, a Vinci Airports assegura o desenvolvimento e operação de 25 aeroportos, incluindo 11 em França, 10 em Portugal (entre os quais o hub de Lisboa, com 20 milhões de passageiros), 3 no Camboja e 1 no Chile (Santiago do Chile, o sexto maior aeroporto sul-americano).
Servido por cerca de 150 companhias aéreas, o conjunto das plataformas da VINCI Airports totalizou em 2015 um tráfego anual de 52 milhões de passageiros, com um volume de negócios de mais de 820 milhões de euros. Graças à sua experiência como integrador global, a VINCI Airports, com os seus 5400 colaboradores, desenvolve, financia, constrói, opera aeroportos e disponibiliza a sua capacidade de investimento, a sua rede internacional e o seu conhecimento especializado na otimização da gestão das plataformas existentes, de projetos de expansão ou de construção completa de infraestruturas aeroportuárias.
A 10 de novembro o consórcio entre a Vinci Aeroportos e a japonesa ORIX foi selecionado para um contrato de concessão, por 44 anos, dos aeroportos internacionais de Kansai e Osaka (37,7 milhões de passageiros em 2015). Em dezembro de 2015, a Vinci Aeroportos adquire a AERODOM, detentora da concessão, até 2030, de 6 aeroportos na República Dominicana, incluindo um dos maiores da ilha: o Aeroporto Internacional Las Americas, em Santo Domingo (4,5 milhões passageiros nos 6 aeroportos AERODOM em 2015).
Mais informações em www.vinci-airports.com

Tags:

Sobre nós

Tem como missão gerir de forma eficiente as infra-estruturas aeroportuárias.

Subscrever

Media

Media