Redução do preço do combustivel no Aeroporto de Beja

A ANA Aeroportos de Portugal, SA e a Galp Energia celebraram hoje um acordo que permite baixar o preço do combustível de aviação no Aeroporto de Beja, tornando assim esta infraestrutura mais competitiva num contexto de forte concorrência internacional pelo tráfego de aeronaves.
 
Para além de assegurar o fornecimento de combustível, a Galp Energia compromete-se ainda a continuar a garantir um nível de serviço adequado às aeronaves, o que de resto já proporciona.
 
O aeroporto de Beja passa assim a dispor de novas condições a oferecer aos operadores, nomeadamente no que respeita ao estacionamento de média e longa duração de aeronaves, que beneficiam ainda de taxas aeroportuárias muito competitivas.
 
Este é mais um exemplo do esforço e empenho que a ANA Aeroportos de Portugal, SA, empresa do Grupo VINCI Airports, tem vindo a demonstrar no desenvolvimento daquela infraestrutura, que considera ser estratégica não só para a região, mas também para o país.
 
O acordo reforça ainda a forte relação de parceria entre as duas empresas, que abrange igualmente o abastecimento de gasóleo rodoviário aos aeroportos geridos pela ANA.

Sobre o Grupo ANA
O Grupo ANA é um sólido grupo empresarial responsável pela gestão dos aeroportos em Portugal Continental (Lisboa, Porto, Faro e Terminal Civil de Beja), na Região Autónoma dos Açores (Ponta Delgada, Horta, Santa Maria e Flores) e na Região Autónoma da Madeira (Madeira e Porto Santo). Em Setembro de 2013, o Grupo ANA integrou a VINCI Airports.
 
Sobre a VINCI Airports
Operador internacional no sector aeroportuário, a Vinci Airports assegura o desenvolvimento e operação de 24 aeroportos, incluindo 11 em França, dez em Portugal (entre os quais o hub de Lisboa, com 18 milhões de passageiros) e três no Camboja. Servido por mais de 100 companhias aéreas, o conjunto das plataformas da VINCI Airports totalizou em 2014 um tráfego anual de 47 milhões de passageiros, com um volume de negócios de mais de 700 milhões de euros. Graças à sua experiência como integrador global, a VINCI Airports, com os seus 5250 colaboradores, desenvolve, financia, constrói, opera aeroportos e disponibiliza a sua capacidade de investimento, a sua rede internacional e o seu conhecimento especializado na otimização da gestão das plataformas existentes, de projetos de expansão ou de construção completa de infraestruturas aeroportuárias.
A partir de 1 de outubro de 2015, e por um prazo de 20 anos, a Vinci Airports, a Aéroports de Paris e a Astaldi, reunidas no consórcio Nuevo Pudahuel, selecionado pelo governo chileno, irão operar o aeroporto internacional Arturo Merino Benítez, em Santiago do Chile, o sexto maior aeroporto sul-americano com 16,1 milhões de passageiros movimentados em 2014, dos quais quase metade passageiros internacionais. Encontre todas as informações em www.vinci-airports.com
 
Sobre a Galp Energia
A Galp Energia é um operador integrado de energia presente em toda a cadeia do petróleo e gás, desde a exploração e produção até à refinação, distribuição e comercialização de todo o tipo de produtos petrolíferos, gás e eletricidade.
 
O protocolo, que tem um prazo de validade renovável de dois anos, foi assinado na sede da Galp Energia por Jorge Ponce de Leão, presidente da ANA, e por Tiago Câmara Pestana, Administrador executivo da Galp Energia responsável pelo Pelouro da Distribuição Oil da Galpenergia.

Tags:

Sobre nós

Tem como missão gerir de forma eficiente as infra-estruturas aeroportuárias.

Subscrever