8 ½ Festa do Cinema Italiano promove encontro sobre sátira e cartoonismo dos anos 30 a 50 em Portugal e Itália

No âmbito da antestreia do filme "Que estranho chamar-se Federico", de Ettore Scola, documentário sobre Federico Fellini, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano organiza um encontro sobre a sátira e o cartoonismo em Itália e Portugal durante os anos 30 a 50, que tem lugar este domingo, 29 de março, às 17h00, na Sala Montepio do Cinema São Jorge.
Fabiana de Bellis , investigadora e neta de Vito de Bellis, fundador da revista satírica italiana "Marc'Aurelio", onde Federico Fellini e Ettore Scola trabalharam entre o pré e o pós-guerra, desenhando cartoons - um dos períodos da vida do realizador retratados em "Que estranho chamar-se Federico" exibido este domingo, às 19h30, no Cinema São Jorge - vem a Lisboa falar do tema e apresentar imagens e conteúdos daquela publicação. Serão também mostrados alguns desenhos originais que têm feito parte de diversas exposições dedicadas ao tema por Fabiana de Bellis, que acaba de rodar o documentário "L'imperatore di carta", sobre a revista "Marc'Aurelio", que estreia em Outubro.
Osvaldo de Sousa , especialista em humor gráfico vai estar presente para falar sobre o cartoonismo em Portugal durante as décadas de 30, 40 e 50 em geral e, em particular, sobre a revista satírica portuguesa "Sempre Fixe", da qual serão mostradas algumas imagens. Nas vitrines do Cinema São Jorge estão expostas algumas das páginas e capas de ambas as revistas, que podem ser vistas até dia 2 de abril. O encontro é de entrada gratuita. Este encontro faz parte da programação do 8 ½ Festa do Cinema Italiano, que acontece em Lisboa até dia 2 de abril
( www.festadocinemaitaliano.com ).

Tags:

Sobre nós

Associação fundada em 2008 com o objectivo de difundir com competência e paixão a cultura cinematográfica através de vários e inovadores canais de promoção.

Subscrever