Primeiro Plano de Cuidados Integrados reúne especialistas de diversas áreas da medicina

Vai ser lançado o primeiro Plano de Cuidados Integrados na área da Bexiga Hiperativa, que reúne o conhecimento e a experiência clínica de 7 especialistas de diversas áreas e que tem como objetivo ser um guia na abordagem destes doentes. Este trabalho científico será apresentado no XI Congresso Nacional da Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia no dia 4 de março, no Porto.

O Plano de Cuidados Integrados da Bexiga Hiperativa será uma ferramenta prática para utilizar nas várias etapas da abordagem dos doentes com Bexiga Hiperativa, desde o diagnóstico ao tratamento. O Plano conta com o apoio científico da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), Associação Portuguesa de Urologia (APU) e da Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia (APNUG) e o apoio da farmacêutica Astellas.

Com o aumento do envelhecimento da população portuguesa, o número de doentes com bexiga hiperativa tem vindo a aumentar sendo que se estima que a doença afete mais de 1.700.000 portugueses com mais de 40 anos de idade, com um impacto significativo na qualidade de vida

Segundo Vera Pires da Silva, Médica de Família e uma das autoras do Plano “o objetivo é conseguir um diagnóstico correto da doença, identificar os doentes que realmente necessitam de tratamento e dar especial atenção aos doentes durante o seguimento do tratamento de forma a reduzir o seu abandono”.

Outro dos principais objetivos na elaboração deste Plano que contou com o contributo de um conjunto de especialistas nas áreas de Urologia, Ginecologia, Fisiatria e Medicina Geral e Familiar é “disponibilizar um acesso fácil e rápido a evidências científicas que geram as decisões no plano de cuidados, assim como o fluxograma com o percurso do doente e os formulários a utilizar no tratamento do doente” explica a especialista.

O Plano de Cuidados Integrados para a bexiga hiperativa mesmo que finalizado continuará a ser desenvolvido através de feedback e revisão regular, de modo a refletir as alterações nas recomendações e evidência científica. O plano inclui sete formulários, desenvolvidos para cobrir as diversas etapas do percurso do doente.

Mais sobre a Bexiga Hiperativa

A bexiga hiperativa consiste numa contração ou aperto involuntário e repentino do músculo da parede da bexiga, mesmo quando esta contém um volume reduzido de urina.

As contrações involuntárias criam uma necessidade urgente de urinar, diminuindo o controlo que a pessoa tem sobre a sua bexiga.

Estas contrações dão origem a sintomas associados à bexiga hiperativa, tais como necessidade urgente de urinar, necessidade frequente de ir à casa de banho (oito ou mais vezes por dia, ou uma ou mais vezes por noite) e, em alguns casos, perdas acidentais de urina, por não se conseguir chegar a tempo à casa de banho.

Sobre a Associação Portuguesa de medicina Geral e Familiar (APMGF)

A APMGF fundada em 27 de maio de 1983, persegue objetivos científicos, culturais e sociais, de aperfeiçoamento científico, técnico, organizativo, ético e humano, da prática médica da medicina geral e familiar.

A APMGF coloca todos os seus recursos à disposição dos seus associados, contribui para a melhoria da qualidade do exercício e da realização profissional dos médicos de família e, desse modo, para a melhoria contínua dos cuidados de saúde prestados aos cidadãos.

Sobre a Associação Portuguesa de Urologia (APU)

A Associação Portuguesa de Urologia é uma sociedade científica que congrega todos médicos que se interessam pelo estudo das doenças do aparelho urinário do homem e da mulher e ao aparelho genital masculino. Foi fundada em 15 de Novembro de 1923 e é uma das mais antigas sociedades médicas.

Sobre a Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia (APNUG)

A Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia é uma organização científica que congrega profissionais dedicados ao estudo e tratamento da incontinência urinária e doenças do pavimento pélvico. Foi fundada em 24 de julho de 1998.

Sobre a Astellas Pharma

A Astellas Pharma é uma companhia farmacêutica comprometida com a melhoria do estado de saúde das populações mundiais, fornecendo as mais recentes e inovadoras terapêuticas. O foco da organização está na disponibilização de terapêuticas, ao nível da I&D e da comercialização de tratamentos eficazes, que melhorem a vida dos doentes, continuando a crescer de forma sustentada no seu setor. É uma das 20 maiores empresas farmacêuticas, que emprega cerca de 15 mil colaboradores em todo o mundo.

A Astellas está em Portugal desde 1967, conta com cerca de 53 colaboradores e focaliza-se nas seguintes áreas terapêuticas: Oncologia, Urologia, Transplantação e Anti-infecciosos.

Para mais informações sobre a Astellas visite http://www.astellas.com.pt/pt/

Tags:

Sobre nós

Empresa farmacêutica que opera em áreas como terapêuticas de Transplantação, Urologia, Dermatologia, Anti-infecciosos, Tratamento da Dor e Oncologia.

Subscrever

Media

Media