9 anos depois

PARTE I

 

2 - 4 de Junho às 21h30
5 de Junho às 17h

na Comuna Teatro de Pesquisa 
(Praça de Espanha S/N, 1050-024 Lisboa)

Sobre o espectáculo:

 
9 Anos Depois  é o título da trilogia que parte da Ilíada de Homero, obra que inaugura muitos dos predicados que definem a identidade da cultura ocidental. A obra escolhida pelos dois colectivos – auéééu-Teatro e Espaço Neutro – nasce da necessidade do reconhecimento dos seus conteúdos nos corpos dos nossos dias, do entendimento daquilo que é a relação primordial entre dois seres, do funcionamento de um colectivo, entre si e em relação com o mundo.
Há uma guerra terrível na Ilíada , que dura há 9 anos, e não será possível escapar a essa condição. É com a poesia da guerra que os limites do homem se transcendem, numa demonstração de arte do guerreiro e do amor pela guerra, mas é também onde nos é mostrada, com detalhe e sem névoas, a obsessão pela barbárie, o desejo e o prazer da violência.
A Parte I desta trilogia incide essencialmente sobre a posição da figura feminina na epopeia homérica: a acção da mulher, o seu papel enquanto persona de guerra, e até mesmo o seu efeito nos comportamentos dos homens. Sabemos que Helena, Andrómaca, Hécuba, Briseida, Criseida não desejam a guerra, carregando na voz e no corpo o discurso do desespero e da impotência perante o destino e a perda.

Criação: Vânia Geraz, João Santos, Maria Inês, Inês Queirós, Frederico Barata, Sérgio Coragem, Joana Manaças, Catarina Luís, João Abreu e Beatriz Brás
Produção: auéééu-Teatro e Espaço Neutro
Com:  Vânia Geraz, João Santos, Inês Queirós, Sérgio Coragem, Joana Manaças, Catarina Luís, João Abreu e Beatriz Brás
Operador de luz e som:  Fábio Ventura
Desenho de luz:  Pedro Rompante
Cartaz: Filipe Andrade
Duração:  1h15 s/intervalo
Valor:  5€ 

 

Tags:

Sobre nós

Associação cultural fundada em 2014 dedicada às áreas do teatro, dança, música, literatura e cinema. Os membros fundadores são: Beatriz Brás, Filipe Velez, Frederico Barata, Joana Manaças, João Santos, João Silva, Miguel Cunha, Sérgio Coragem e Vânia Ribeiro.

Subscrever