BICMINHO REFORÇA APOIO A EMPRESAS EM GUIMARÃES

Novo espaço na cidade berço pretende apostar na inovação e internacionalização de novos negócios
 
O BICMINHO vai abrir um novo espaço em Guimarães já este mês. Mais de 30% das empresas apoiadas nos últimos 15 anos por esta instituição certificada pela União Europeia são do concelho vimaranense e com esta abertura o objetivo é apoiar a criação de 50 novos negócios e ajudar 100 PME existentes a internacionalizar até 2020. O novo espaço do BICMINHO localiza-se no IDEGUI – Instituto de Design de Guimarães (antiga Fábrica da Ramada) e será inaugurada no dia 19 de setembro (segunda-feira), às 10:00.
 
O programa da sessão inaugural inicia-se com as intervenções de André Vieira de Castro (Presidente do Conselho de Administração do BICMINHO) e do Prof. Paulo Cruz (Presidente do IDEGUI). Às 10:50, Nuno Gomes (CEO do BICMINHO) vai apresentar a estratégia de intervenção do BICMINHO em Guimarães, seguindo-se uma cerimónia de encerramento com a intervenção de Domingos Bragança (Presidente da Câmara Municipal de Guimarães).
 
Sobre o novo espaço, Nuno Gomes afirma que é uma resposta ao desafio lançado pelos os empreendedores e as PME de Guimarães. “Queremos estar ao lado de uma nova geração de empreendedores e inovadores que está a nascer no concelho, mais criativa e fazedora, capaz de enfrentar as mudanças de um mundo em rápida transformação”, referiu. “O nosso compromisso é intervir de forma ousada e intensiva junto das empresas, ajudando-as a inovar e a exportar para novos mercados, e assim contribuirmos para a criação de riqueza e emprego na região. “ acrescentou. “Atentos às oportunidades que irão surgir, vamos responder com firmeza, segurança e conhecimento especializado, apoiando a ambição e a capacidade empreendedora dos vimaranenses”, concluiu este responsável com mais de 15 anos de experiência no apoio à criação de novas empresas e à modernização e internacionalização de PME.
 
Guimarães é um concelho com uma forte atividade industrial ao nível  têxtil  e do calçado, que aposta constantemente na inovação e na internacionalização.
 
O BICMINHO apoia a criação de novos negócios e ajuda empresas existentes a modernizar e internacionalizar. É uma das instituições mais dinâmicas da rede EBN – European BIC Network, a maior rede europeia de Empreendedorismo e Inovação composta por mais de 200 centros de empresas e inovação da União Europeia (EU-BIC), que terá o seu Congresso Anual de 28 a 30 de setembro também em Guimarães no qual se esperam mais de 500 participantes de todo o mundo.

PROGRAMA
 
10:00 |  Receção aos convidados e apresentação do espaço
 
10:30 |  Boas-vindas
André Vieira de Castro – Presidente do Conselho de Administração do BICMINHO
Prof. Paulo Cruz – Presidente do IDEGUI
 
10:50 |  Estratégia de intervenção do BICMINHO em Guimarães
Nuno Gomes – Administrador Executivo do BICMINHO
 
11:15 |  Encerramento
Domingos Bragança – Presidente da Câmara Municipal de Guimarães
 
11:30  | Brinde de honra

 
Sobre o BICMINHO
 
O BICMINHO – CENTRO EUROPEU DE EMPRESAS E INOVAÇÃO é uma instituição sem fins lucrativos, certificada pela União Europeia com o EU-BIC para a promoção do Empreendedorismo e da Inovação, através do apoio à criação de novas empresas e à modernização e internacionalização das PME.

Com 15 anos de atividade, o BICMINHO atua ao serviço do interesse público da região e do país, tendo já apoiado a criação de mais de 229 novas empresas, com uma taxa de sucesso de 92%, responsáveis pela criação de mais de 3.000 novos empregos e de um volume de negócios global estimado em 2015 superior a 35 milhões de euros. Na área da Inovação Empresarial e Internacionalização o BICMINHO apoiou mais de 600 PME, que empregam mais de 8.650 trabalhadores em termos globais representam mais de 650 milhões de euros de volume de negócios, das quais 170 foram apoiadas ao nível da internacionalização.
 
O conceito EU-BIC (European Union Business and Innovation Centre) é um caso de sucesso com mais de 30 anos da intervenção da União Europeia. Criados em meados da década de 80 pela DG REGIO (então DG XVI), os EU-BIC são um exemplo clássico de como as atividades financiadas pela União Europeia podem e devem ter um impacto concreto no crescimento económico e no aumento da competitividade europeia. Em termos globais, os mais de 150 EU-BIC criaram milhares de novos negócios e dezenas de milhares de novos empregos qualificados e sustentáveis.
 
A rede dos mais de 150 EU-BIC apoiaram em 2013 em termos globais 12.300 empreendedores que deram origem à criação de 3.000 novas empresas, com uma taxa de sucesso de 90%, e ajudaram a captar cerca de 284 milhões de euros em investimento, incluindo financiamento público, bancário e de risco. Geraram cerca de 13.000 novos empregos em start-ups e PME, com um investimento público muito eficiente de cerca de 8.800 euros por cada emprego criado. http://ebn.eu/sharedResources/users/59/Infographics_EBN_2014.pdf .
 
Mais informação em www.bicminho.eu e em www.ebn.eu .

Tags:

Sobre nós

Oficina da Inovação - Empreendedorismo e Inovação Empresarial.

Subscrever