BIPP apresenta SEMEAR no Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

O Programa Semear – Terra de Oportunidades visa habilitar jovens com necessidades especiais através de uma formação certificada em contexto regular no Instituto Superior de Agronomia de Lisboa e inserir os mesmos no mercado de trabalho nas áreas de agricultura e jardinagem.

Lisboa, 3 de dezembro de 2014 – O programa SEMEAR – Terra de Oportunidades, criado pelo BIPP – Soluções para a Deficiência, foi hoje, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, oficialmente apresentado numa cerimónia com a presença do Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Dr. Pedro Mota Soares.

Este programa formativo, que tem lugar num Centro de Formação criado pelo BIPP no Instituto Superior de Agronomia (ISA), visa habilitar jovens com necessidades especiais através de uma formação inclusiva e certificada em contexto regular. Através do desenvolvimento de capacidades pessoais, sociais e profissionais, procura-se inserir os cidadãos com necessidades especiais no mercado de trabalho, nas áreas de agricultura e jardinagem.

«Temos de mostrar à sociedade as capacidades destes jovens e mudar o estigma que existe em relação às pessoas com necessidades especiais.» , afirma Joana Santiago, presidente do BIPP e diretora do SEMEAR. «Este programa assenta numa base de negócio social. É essencial garantirmos que conseguimos proporcionar melhores condições de vida aos nossos formandos e, simultaneamente, assegurarmos a sustentabilidade do projeto.», acrescenta Joana Santiago.

O programa SEMEAR arranca com 25 alunos este ano, sendo que em três anos formará um total de 72 jovens. Estes irão passar por uma formação teórico-prática, orientados por uma equipa profissional e multidisciplinar que abarca desde engenheiros agrónomos a técnicos de reabilitação e inserção social.

Este programa, que apresenta um elevado potencial de replicabilidade, garante a sua sustentabilidade através da criação de valor com a comercialização de produtos cultivados nos terrenos de formação.

Esta formação certificada pelo IEFP, que decorre durante um espaço temporal de três anos, pretende combater a insuficiência de respostas inclusivas para adultos com necessidades especiais, que possuam potencial para desenvolver competências para uma vida autónoma. Atualmente, o desemprego de cidadãos com deficiência é 2,5 vezes superior à média nacional nesta faixa etária.

O BIPP conta com vários parceiros e patrocinadores neste projeto, essenciais para o sucesso do programa: Astratec, BPI, BUS, Fuste, EEA Grants, CIN, Cofina, Deiba, Ervital, Família Soares dos Santos, Fertinagro, Frustock, Germisem, H3, HCG, IEFP, ISA, Jerónimo Martins, Let’s Help, Lift Consulting, Limpeza Extrema, NOS, Ocyan, Pesnil, Partners, RWS, Terra Pro e Teka.

Mais sobre o BIPP – Inclusão para a Deficiência (www.bipp.pt)

Criada em 2005 por um grupo de pais de crianças com necessidades especiais, a associação BIPP - Inclusão para a Deficiência, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social que tem como missão implementar projetos destinados à inclusão de cidadãos com deficiência na sociedade.

Tags:

Sobre nós

Criada em 2005 por um grupo de pais de crianças com necessidades especiais, a associação BIPP - Inclusão para a Deficiência, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social que tem como missão implementar projetos destinados à inclusão de cidadãos com deficiência na sociedade.

Subscrever