CEMG patrocina XXI Congresso da Ordem dos Engenheiros e promove sessão dedicada à Cibersegurança

Lisboa, 23 de novembro de 2017 – A Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) patrocina o XXI Congresso da Ordem dos Engenheiros que vai debater a Engenharia e Transformação Digital hoje e amanhã, em Coimbra. A passar também por um forte processo de transformação digital, com este patrocínio a instituição bancária reforça o seu posicionamento junto de um target bastante relevante.

“A oportunidade de se reunirem no Congresso da Ordem dos Engenheiros alguns dos melhores especialistas para debater o tema da transformação digital coincide com o processo que a CEMG tem vindo a implementar para melhor responder aos desafios que as novas tecnologias colocam ao sistema bancário e, em particular, à segurança associada aos sistemas e à proteção de dados pessoais com novas exigências a partir de 2018. Depois da Web Summit e do debate sobre as consequências futuras das novas tecnologias na economia e na vida das pessoas, os temas a tratar nas sessões da Ordem dos Engenheiros permitirão continuar a discussão e divulgar o conhecimento atual em diversos domínios, o que é importante não só para a organização da CEMG como para o desenvolvimento das empresas suas clientes”, explica Fernando Santo, administrador da CEMG.

Enquanto patrocinador Platina, a instituição bancária será naming sponsor de uma sessão técnica paralela dedicada à temática de “Sistemas e Cibersegurança”. Nesta sessão serão discutidos temas como a proteção de dados, a transformação digital, processos de certificação, serviços de cibersegurança e o seu enquadramento nos atos de engenharia informática.

O XXI Congresso da Ordem dos Engenheiros decorre cerca de um ano e meio após o anúncio, pela Comissão Europeia, de um conjunto de medidas de potenciação da competitividade da economia em todos os setores e independentemente da dimensão das empresas, estimulando o pleno aproveitamento das tecnologias digitais.

Tags:

Sobre nós

Banco de retalho que se diferencia pela sua matriz mutualista e representa os valores da participação associativa e da solidariedade, o que lhe confere um estatuto único no panorama bancário português. Está vocacionada para a captação de poupanças e para o crédito aos segmentos de particulares, empresários em nome individual, microempresas e pequenas e médias empresas, bem como instituições do Terceiro Setor. Assegura uma oferta universal de produtos e serviços bancários, mutualistas e financeiros.

Subscrever