Empreendedorismo: Concurso Montepio Acredita Portugal recebeu 11 .500 candidaturas

A 8ª edição do concurso Montepio Acredita Portugal, o maior concurso de empreendedorismo a nível nacional e segundo maior do Mundo, contou com 11.500 candidaturas de diversas áreas, onde se destacam o Empreendedorismo Social (2.050 candidaturas), Comércio (898), Restauração (645) e Indústria (635). A categoria que mais cresceu foi o Empreendedorismo Social, uma clara aposta da Caixa Económica Montepio Geral, que mais do que triplicou o número de candidaturas em relação ao ano anterior, o que comprova a importância do empreendedorismo de impacto e inovação social.

 Neste momento está a decorrer a segunda etapa, que passa pela realização de testes de empatia e prototipagem, seguida da fase de desenvolvimento do plano de marketing para cada ideia de negócio.

 O concurso promovido pela Acredita Portugal e pela Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) tem como objetivo apoiar ideias, projetos e negócios promissores de qualquer cidadão, independentemente da idade e do seu nível de formação. A participação permite o contacto direto entre candidatos e investidores, mentores e especialistas, assim como acesso a formação personalizada e a oportunidade de integrar um programa de pré-aceleração. 

O concurso Montepio Acredita Portugal conta com o apoio do software online DreamShaper, uma ferramenta pedagógica e interativa que permite transformar uma ideia num plano de negócio através de um processo simples, dividido em várias etapas, abordando oportunidades de negócio, testes de conceito e planos de marketing e financeiros.
 Os 150 semifinalistas são selecionados a 7 de abril de 2017, e à fase seguinte passam apenas os 21 candidatos. A cerimónia de entrega de prémios acontece a 30 de maio. Além da CEMG, o concurso conta, entre outros, com parceiros como a Brisa, KCS iT, Creative Minds, SayU Consulting, Microsoft, Sage, 360 Imprimir e DNS.pt.
 
Mais informação: https://www.montepio.pt/press
 

Tags:

Sobre nós

Banco de retalho que se diferencia pela sua matriz mutualista e representa os valores da participação associativa e da solidariedade, o que lhe confere um estatuto único no panorama bancário português. Está vocacionada para a captação de poupanças e para o crédito aos segmentos de particulares, empresários em nome individual, microempresas e pequenas e médias empresas, bem como instituições do Terceiro Setor. Assegura uma oferta universal de produtos e serviços bancários, mutualistas e financeiros.

Subscrever