Inscrições para o Concurso Montepio Acredita Portugal abertas até 4 de fevereiro

Lisboa, 17 de janeiro de 2018 – O prazo de inscrições para a 8.ª edição do concurso Montepio Acredita Portugal, o maior concurso de empreendedorismo a nível nacional, foi prolongado até ao dia 4 de fevereiro. O elevado número de pedidos levou a organização a prolongar o prazo estipulado previamente, permitindo assim que mais portugueses empreendedores submetam os seus projetos.

O concurso, promovido pela Acredita Portugal e Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) tem como objetivo apoiar ideias, projetos e negócios promissores de qualquer cidadão, independentemente da idade e do nível de formação. A participação permite o contacto direto entre candidatos e especialistas, mentores e investidores, assim como o acesso a formação personalizada e a oportunidade de integrar um programa de pré-aceleração.

As candidaturas podem ser submetidas online, de forma gratuita no site www.acreditaportugal.pt/. A concurso estão mais de 500 mil euros em prémios.

O concurso Montepio Acredita Portugal conta com o apoio do software online DreamShaper, uma ferramenta pedagógica e interativa que permite transformar uma ideia num plano de negócio através de um processo simples, dividido em várias etapas, abordando oportunidades de negócio, testes de conceito, planos de marketing e financeiros.

A última edição registou mais de 13.000 candidaturas e no total das sete edições foram já mais de 120.000 os portugueses que tiveram a oportunidade de participar no concurso.

 Os 150 semi-finalistas são selecionados a 1 de abril de 2018. Na fase seguinte, ficam apenas os 21 finalistas. A cerimónia de entrega de prémios acontece em junho de 2018. Além da CEMG, o concurso conta, entre outros, com parceiros como a Brisa, KCS IT, Creative Minds, SayU Consulting, Fundação PT, Microsoft Portugal, Sage, SIC Notícias e DNS.pt.

Tags:

Sobre nós

Banco de retalho que se diferencia pela sua matriz mutualista e representa os valores da participação associativa e da solidariedade, o que lhe confere um estatuto único no panorama bancário português. Está vocacionada para a captação de poupanças e para o crédito aos segmentos de particulares, empresários em nome individual, microempresas e pequenas e médias empresas, bem como instituições do Terceiro Setor. Assegura uma oferta universal de produtos e serviços bancários, mutualistas e financeiros.

Subscrever

Media

Media