Casa do Governador reabre com Exposição Rumo ao Oriente – Objetivo Macau, Apontamentos de uma viagem aérea em 1924.

Abriu ao público na passada semana a Casa do Governador com a Exposição Rumo ao Oriente – Objetivo Macau, Apontamentos de uma viagem aérea em 1924. 

Nas primeiras décadas do século XX assiste-se a um grande desenvolvimento da aviação, motivado por necessidades económicas e militares (a 1ª Guerra Mundial constituiu um importante estímulo neste domínio) aliado, por outro lado, a um certo espírito de aventureirismo e pioneirismo que contagiou alguns círculos sociais da época.

Em Portugal, o caso mais conhecido é a travessia aérea do Atlântico Sul, em 1922, por Gago Coutinho e Sacadura Cabral, que ligou Lisboa ao Rio de Janeiro. Dois anos mais tarde, em 1924, Brito Paes, Sarmento de Beires e Manuel Gouveia, imbuídos do mesmo espírito, irão realizar a ligação aérea Portugal / Macau, cujo sucesso foi largamente noticiado, tendo os seus autores sido recebidos como heróis em vários locais do mundo.

A preparação começou em 1920, e o arranque para a primeira etapa dá-se em Vila Nova de Milfontes, a bordo de um avião designado por Pátria, a 07 de Abril de 1924.

Parte do espólio de Brito Paes foi oferecido ao Museu Militar do Baixo Alentejo, instalado em Beja, entre a década de 40 e 50 do século passado, pela viúva e filhos. É um pouco dessa documentação que a presente exposição pretende tornar acessível ao público.

Tags:

Sobre nós

Entidade publica de gestao local.

Subscrever

Media

Media