Adjudicadas obras para recuperação da Sinagoga de Elvas

 

A Câmara Municipal de Elvas assinou hoje, dia 18 de julho, o auto de consignação de trabalhos para a recuperação da antiga sinagoga de Elvas.

A assinatura do auto teve lugar nos Paços do Concelho e foi celebrado entre o presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, e pelo engenheiro José Trindade, representante do empreiteiro adjudicatário da obra, da empresa elvense “Agrocinco”.

As obras consistem na recuperação do antigo edifício do Açougue (matadouro) e na adaptação para espaço interpretativo da antiga sinagoga de Elvas, localizada na Rua dos Açougues, no centro histórico de Elvas, entre a Praça da República e o Largo do Salvador.

A primeira fase da intervenção no edifício inicia-se ainda este mês com previsão de conclusão num prazo de cinco meses. A segunda fase consiste na museografia e infografia.

A inauguração da sinagoga está prevista para abril de 2017 e o investimento global cifra-se em 300 mil euros.

“Após a recuperação do edifício, vamos ter uma das melhores sinagogas de Portugal, pois estamos na presença de uma importante construção pertencente à Judiaria Velha”, afirma Nuno Mocinha.

A cidade de Elvas, durante a Idade Média, foi uma das seis mais populosas de Portugal, com forte influência de Árabes e Judeus, comprovado pela existência de mesquitas e sinagogas. Desde 1836 que existem provas documentais da existência da Judiaria de Elvas.

 

Sobre nós

Câmara Municipal de Elvas.

Subscrever

Media

Media