Grupo Vila Galé apresentou proposta pelo Convento de São Paulo

 

Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas, revelou ontem, em conferência de imprensa, que o concurso para a concessão do Convento de São Paulo recebeu uma proposta.

“É com satisfação que comunico que tivemos uma proposta de um grupo hoteleiro português, que efetivamente demonstrou a vontade de fazer um hotel neste edifício”, anunciou o autarca, depois de abertas as propostas, cujo prazo terminara na passada terça-feira.

O Convento de São Paulo, em Elvas, foi o primeiro de 30 edifícios públicos que o Governo Português incluíu no programa de “Valorização do Património”, num investimento privado superior a 5 milhões de euros, com o objetivo de criar uma unidade hoteleira.

O memorando foi assinado no dia 3 de agosto, na presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral e, dois dias após o anúncio do concurso deflagrou um incêndio de origem criminosa no edifício.

“Foi com alguma tristeza que assistimos a um incêndio naquele espaço e, tal como disse na altura, o incêndio não tinha afetado de forma significativa o edifício e iria permitir que o concurso continuasse”, disse Nuno Mocinha, satisfeito com a proposta recebida.

A data para assinatura do contrato com o grupo Vila Galé para a concessão do edifício militar será anunciada brevemente.

 

Sobre nós

Câmara Municipal de Elvas.

Subscrever

Media

Media