Alunos viajaram no período do paleolítico

Cerca de 20 alunos da escola secundária Soares Basto estiveram reunidos no arquivo municipal para participar no atelier «Uma viagem pela pré-história».

Sob a orientação de Pedro Cura, arqueólogo do Museu de Arte Pré-histórica de Mação, os alunos aprenderam os modos de vida e técnicas utilizadas pelos australopithecus, homo habilis, homo erectus e homo sapiens.

«É a segunda vez que a autarquia recebe com agrado este atelier didáctico», afirmou a responsável pela gestão do equipamento.

Segundo Gracinda Leal «este tipo de iniciativas são fundamentais para a componente de estudo dos alunos».

«A iniciativa surge após várias investigações e experimentações de apoio à arqueologia», disse Pedro Cura.

Para o formador, «este é um excelente veículo de demonstração das réplicas de materiais e das técnicas utilizadas pelos povos pré-históricos».

Na oficina, que apresentou o período da história que antecede a invenção da escrita, estiveram ainda presentes os professores e técnicos da autarquia.

No final do atelier a vereadora entregou os prémios aos alunos criadores das mascotes «Doc.Mento» e «Lupinha», no âmbito do concurso «Uma imagem para as nossas mascotes» promovido pelo serviço educativo do arquivo municipal.

O aluno Diogo Costa, do 11º ano do curso profissional técnico de Multimédia, da escola Secundária Soares Basto, foi o vencedor do desafio.

Adriana Soares e Sérgio Silva arrecadaram menções honrosas.

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media