Autarquia incentiva à plantação de espécies autóctones

No Dia da Floresta Autóctone, a Câmara de Oliveira de Azeméis distribuiu «kits de sementeira» às escolas básicas e jardins-de-infância das freguesias de Palmaz e Ossela.

«A escolha destas freguesias deve-se ao facto de apresentarem uma mancha florestal significativa e serem banhadas pelo rio Caima», afirmou o presidente da autarquia.

Para Hermínio Loureiro, «a comemoração deste dia pretende realçar a importância económica e ambiental da conservação das florestas naturais e a necessidade de as proteger».

As primeiras a receber o «kit de sementeira» foram as crianças do jardim-de infância e escola EB1 de Palmaz seguindo-se a escola básica de Selores e o jardim-de-infância de Vermoim, ambos na freguesia de Ossela.

O presidente da autarquia aproveitou a visita para sensibilizar as crianças para a preservação das espécies.

«Precisamos da vossa ajuda para manter a floresta viva para que possamos ter uma melhor qualidade de vida», disse sublinhando que «os materiais vegetais e substratos presentes no kit foram recolhidos na freguesia de Palmaz».

Segundo o vereador da educação, Isidro Figueiredo, «o papel da autarquia passa por transmitir a estas idades a importância da preservação das espécies autóctones».

«Trata-se de espécies que se encontram melhor adaptadas às condições climáticas do nosso território, sendo mais resistentes», explicou.

O kit distribuído é composto por um folheto de apresentação e outro de instruções para a realização da sementeira, etiquetas de identificação, bilhete de identidade da espécie, lote de sementes de carvalho Alvarinho, terra vegetal, estacas de madeira, recipientes para a sementeira e o livro «Conhecer as árvores… compreender a floresta», da Autoridade Florestal Nacional.

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media