Campanha «Comércio solidário» vai ter continuidade

A campanha «Comércio solidário», desenvolvida junto de 50 estabelecimentos comerciais de Oliveira de Azeméis, vai ter continuidade em 2012, assegurou o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro, na entrega dos donativos angariados no âmbito da iniciativa.

A campanha, que decorreu durante a época natalícia, reuniu 2120 euros que foram entregues, em partes iguais, aos bombeiros voluntários e à Cerciaz – Centro de Recuperação de Crianças Deficientes e Inadaptadas de Oliveira de Azeméis.

«O objetivo é manter esta ideia viva no futuro, ajudando instituições do concelho», afirmou Hermínio Loureiro, mostrando satisfação pela resposta do comércio local à iniciativa da autarquia, desenvolvida em parceria com a Associação de Unidade de Acompanhamento e Coordenação do Centro Urbano (UAC), Associação Comercial de Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra e MODCOM - Sistema de Incentivos à Modernização do Comércio.

O autarca, que distinguiu a comerciante Helena Amaral pelo apoio à iniciativa, apresentou o exemplo da campanha «Comércio Solidário» para afirmar que «o próprio comércio pode dar sinais importantes de solidariedade para causas tão nobres como as da Cerciaz e dos bombeiros voluntários».

«Por muito que façamos ficamos sempre com a sensação de que há muito mais para fazer», disse.

A coordenadora da UAC, Madalena Gomes, recordou os vários passos da campanha desde a consulta e a adesão dos estabelecimentos até à receita final que se situou dentro das expectativas da organização.

A campanha «Comércio solidário», que decorreu durante Dezembro de 2011, convidava os comerciantes a entregar donativos mediante o valor de compras efetuadas nos seus estabelecimentos.

A iniciativa, a que aderiram 51 estabelecimentos, visou, duplamente, apoiar instituições concelhias e contribuir para a dinamização do comércio tradicional.

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media