Cidade recupera tradições de há 100 anos com a 18ª edição do Mercado à Moda Antiga

Durante dois dias o centro da cidade de Oliveira de Azeméis vai ser palco de pregões e folclore com a presença assegurada de 1750 figurantes trajados a rigor.
O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis durante a conferência de imprensa de apresentação da 18ª edição do Mercado à Moda Antiga que decorre nos dias 17 e 18 de maio.
De acordo com Hermínio Loureiro, «este é já um evento que ultrapassa os limites do concelho e será mais um momento alto no panorama cultural do município».
«Quem nos visita pode esperar artesãos nas ruas, boa gastronomia, um cruzamento de gerações entre avós e netos, um reavivar de memórias e, certamente, muita animação».
O tamanqueiro, o oleiro, o barbeiro, a fritadeira de peixe, o tecelão e a padeira de Ul são alguns dos personagens que estarão «em cena» no Centro Histórico recordando a «Praça dos Vales», onde se vendia o que havia na região.
É na Praça José da Costa (jardim público), e ruas adjacentes (Bento Carqueja e António Alegria e Praça da República), que sete dezenas de associações recreativas, culturais e humanitárias montam as suas tendas à moda antiga fazendo reviver o tempo dos nossos antepassados, transformando o cenário no maior cartaz cultural do município.
Os motivos são mais que suficientes para uma visita já que este ano as novidades passam pelo «Mercado das Regiões», um espaço da responsabilidade da Associação de Turismo do Porto e Norte de Portugal, pelo «Há festa na Aldeia», uma iniciativa da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM) e pelo «Mercado Quinhentista», uma homenagem aos 500 anos do Foral de Figueiredo e Bemposta.
O Mercado à Moda Antiga é uma organização conjunta da Câmara de Oliveira de Azeméis com a Federação das Associações do Município de Oliveira de Azeméis (FAMOA).

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media