Estudo comprova gestão eficiente da autarquia

A Câmara de Oliveira de Azeméis está entre a reduzida elite nacional das autarquias eficientes na gestão de dinheiros públicos.

Esta é a conclusão de um estudo independente, realizado por um investigador do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) de Lisboa, que revela que o executivo é competente na gestão de recursos apesar do contínuo decréscimo de receitas e aumento de preços de bens essenciais.

O trabalho de Miguel Santos coloca Oliveira de Azeméis no «top ten» das câmaras mais eficientes do país, sendo que só 41 das 304 que aceitaram participar do estudo conseguem cumprir a missão de investimento nas pessoas e na região sem derrapagens orçamentais.

Na lista das Câmaras mais eficientes, Oliveira de Azeméis ocupa a 7ª posição de uma lista encabeçada pelo Município do Seixal.

Este estudo independente comprova os resultados do trabalho do atual executivo, que sofreu um corte de cerca de 10% nas transferências do Estado, desde 2009, mas conseguiu reduzir a dívida de 52 para 46 milhões de euros e o prazo de pagamento a fornecedores de 146, em 2009, para 120 dias, em 2011.

Sem esquecer o essencial: defender os oliveirenses, especialmente os mais desfavorecidos.

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media