Oliveira de Azeméis diminui a dívida municipal para metade

A Câmara de Oliveira de Azeméis reduziu, em 2015, a dívida municipal em 4,7 milhões de euros, uma diminuição de 15% face ao ano anterior.
A dívida passou dos 30,8 milhões de euros para pouco mais de 26 milhões, tendo-se mantido abaixo 717 mil euros (2,7%) do montante previsto no Plano de Saneamento Financeiro (PSF).
Desde 2009, quando o atual executivo entrou em funções, a dívida municipal já diminuiu quase metade, baixando dos 51,7 para os 26 milhões de euros, refletindo o esforço de equilíbrio económico-financeiro da autarquia.
“Continuamos a cumprir o Plano de Saneamento Financeiro e em apenas sete anos conseguimos reduzir a dívida em quase 50 por cento, um esforço que não abrandará no decorrer deste ano”, afirma o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro.
Segundo o autarca, “foram melhorados outros indicadores ao longo de 2015” como o volume da dívida a fornecedores que baixou para os 1,3 milhões de euros, valor situado 203 mil euros abaixo da dívida estimada no Plano de Saneamento Financeiro. A redução anual foi de 1,6 milhões de euros.
O prazo médio de pagamentos também sofreu um corte passando dos 79 dias em 2014 para 32 em 2015. Relativamente a Dezembro de 2014 registou-se uma variação de 47 dias, situando-se o indicador 16 dias abaixo do objetivo fixado no PSF e dentro da meta legal de seis meses.
Em 2009, no ano em que tomou posse, o executivo demorava em média quase cinco meses (146 dias) a pagar aos fornecedores, mais 114 dias do que no ano passado.
No que se refere ao endividamento líquido municipal registou-se uma redução de 4,8 milhões de euros. No final de 2015 o endividamento situava-se nos 17,8 milhões de euros, inferior em 9,1 milhões de euros ao limite máximo da lei.
Já na dívida de empréstimos a médio e longo prazo, o município conseguiu, pela primeira vez, desde 2008, ano da implementação do Plano de Saneamento Financeiro, situar-se abaixo do limite máximo legal tendo conseguido uma redução na dívida de 4,2 milhões de euros.
A execução económico-financeira do município resultou, em 2015, num “superavit” estrutural (saldo positivo da receita sobre a despesa) de 13,2% no valor de 4,6 milhões de euros, superando em 11,7% o “superavit” previsto no Plano de Saneamento Financeiro.
 

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever