Programa eco-escolas premiou 1200 escolas em Oliveira de Azeméis

Oriundos dos arquipélagos da Madeira e dos Açores e do norte a sul do continente, mais de cinco mil alunos festejaram hoje, em Oliveira de Azeméis, o «Dia Bandeiras Verdes 2011», uma iniciativa da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

Durante três horas o pavilhão Dr. Salvador Machado transformou-se numa «mancha verde» com a entrega de 1209 bandeiras às escolas que mais se distinguiram, no último ano lectivo, no seu desempenho ambiental e na sensibilização da comunidade para a adopção de comportamentos sustentáveis.

Segundo o presidente da ABAE, José Archer, o programa Eco-Escolas tem contribuído para uma nova consciência ambiental e para a mudança de comportamentos desde que foi implementado em 1996.

«Ao fim de 15 anos conseguimos criar uma nova geração, mais consciente, mais participativa e com mais responsabilidade», afirmou o dirigente da ABAE na abertura do evento.

«O projecto mudou a escola ajudando a completar a formação dos jovens e tornando-os mais activos», disse José Archer, considerando «muito positivo» o balanço de 15 anos do programa da Foundation for Environmental Education.

«É bom distinguirmos quem se destacou porque é uma forma de estimularmos os outros», afirmou, por seu lado, o presidente da autarquia de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro.

«O município tem vindo a estudar as melhores práticas ambientais e a trabalhar nos últimos anos com a comunidade escolar para a alteração de hábitos», observou o autarca, alertando para a importância das parcerias porque «ninguém sozinho consegue melhorar os níveis de sustentabilidade».

Hermínio Loureiro lembrou que «em Oliveira de Azeméis se trabalha em parceria com a comunidade escolar, as juntas de freguesias e a comunidade empresarial» e que «são vários os projectos ambientais em curso».

«É fundamental que toda a comunidade seja proactiva nas áreas da Educação e do Ambiente», disse, considerando o programa Eco-escolas «um projecto estratégico para um país que se quer moderno e desenvolvido».

O município de Oliveira de Azeméis, com 16 bandeiras verdes, foi um dos concelhos distinguidos com mais galardões em 2011. O evento, apoiado pela autarquia, abriu com uma eco-mostra, constituída por actividades no âmbito da educação ambiental.

A organização premiou ainda as escolas com os melhores trabalhos nas actividades eco-escolas: Brigada Verde, Escola da Energia, Geração Depositrão e Poster Eco-Código.

A edição 2011 do Dia Bandeiras Verdes registou a inscrição de 1515 escolas, das quais 80% (1209) foram distinguidas com o galardão da Associação Bandeira Azul da Europa.

Quinze anos após a sua implantação em Portugal, o Programa Eco-Escolas está hoje difundido em 77% dos municípios do país, envolvendo cerca de 25% das escolas públicas do ensino pré-escolar ao secundário, estabelecimentos privados e ensino superior.

No primeiro ano, em 1996, aderiram à iniciativa 124 escolas de 58 municípios tendo sido distinguidas 30 estabelecimentos de ensino.

A partir desse ano, o projecto tem registado a adesão crescente de escolas e municípios de todo o país revelando, segundo a organização, «o reconhecimento da administração local do impacto deste programa na mudança de comportamentos na comunidade».

O Programa Eco-Escolas iniciou-se em 1994 na Dinamarca, Alemanha, Grécia e Reino Unido reunindo hoje à sua volta cerca de 40 mil escolas de 55 países.

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media