Projeto ambiental reforça a flora do Parque do Cercal

Várias dezenas de árvores foram ontem plantadas no Parque do Cercal, onde atualmente se situa a nova Escola Superior Aveiro-Norte (ESAN), uma iniciativa realizada no âmbito do projeto português denominado «Futuro – 100.000 árvores».
O respetivo projeto, com início em outubro de 2011, já plantou mais de 30 mil árvores nativas em vários locais da Área Metropolitana do Porto (AMP) e pretende no total culminar com a plantação de 100 mil.
No local estiveram cerca de quatro dezenas de voluntários da Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados - CERCIAZ, da Escola Superior de Enfermagem e da equipa de intervenção em espaços municipais rurais.
O esforço conjunto das organizações e dos colaboradores teve como objetivo melhorar a qualidade de vida dos oliveirenses, através do enriquecimento da biodiversidade, da captação de carbono e da proteção dos solos.
Sobreiros, carvalhos, freixos, ulmeiros, azevinhos e medronheiros são algumas das 20 espécies que serão plantadas na Área Metropolitana do Porto, cada uma delas adaptada a um local específico. No Parque do Cercal - Campus para a Inovação, Competitividade e Empreendedorismo Qualificado - foram plantados carvalhos.
O «Futuro - projeto das 100.000 árvores» pretende a criação de florestas urbanas nativas. A iniciativa nasceu no contexto do Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da AMP.

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media