«Pulmão da cidade» recebe propostas de dinamização

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis considerou que «é fundamental arranjar estratégias de dinamização para o Parque de La Salette por se tratar de uma unidade paisagística e patrimonial que constitui uma distinção única para os seus visitantes».

Hermínio Loureiro falava na apresentação do programa de dinamização do Parque, pelo Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), solicitado ao abrigo da candidatura de «Requalificação do Parque de La Salette e sua envolvente», operação 7.

«Vamos ter um parque virado para o futuro, com novos espaços requalificados, uma área de referência e excelência no contexto regional e nacional», afirmou o autarca, referindo-se àquele que é «um local de todos e para todos».

Definido enquanto área de lazer para os visitantes, o Parque é cada vez mais procurado para o usufruto de atividades e realização de eventos.

O presidente da autarquia destaca a Nossa Senhora de La Salette, a procissão das velas e a procissão do triunfo como eventos responsáveis por atrair mercado fora do concelho.

«O posicionamento religioso deste espaço secular é algo que vamos ter em conta», disse.

«Apesar da afluência turística, Hermínio Loureiro está consciente de que «a mancha verde apresenta fragilidades ao nível da acessibilidade e por esse motivo está prevista a construção de uma via que fará a ponte entre o parque e a cidade».

Para Ricardo Tavares, presidente da Fundação La Salette, «o Parque é um espaço de referência único pela sua beleza e características propícias ao lazer mas também é um local de culto religioso honrando a história, a tradição e a cultura oliveirense».

«A Fundação está a trabalhar no sentido de potenciar um espaço de bem-estar, onde a qualidade de vida ativa, o desenvolvimento saudável e o prazer de viver momentos em família, são os fatores primordiais», realça.

«As propostas estratégicas de segmentação e posicionamento do futuro do Parque, apresentadas no plano, vão agora ser alvo de uma avaliação e decisão por parte da Fundação», afirmou.

Recorde-se que o financiamento global de requalificação do Parque de La Salette ascende a 4 milhões de euros, sendo financiado pelo ON2 – Programa Operacional do Norte.

O projeto envolve a execução de oito projetos que vão qualificar por completo a mancha verde da cidade.

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media