Secundária Ferreira de Castro evoca 40 anos de vida a pensar no futuro

A escola básica e secundária Ferreira de Castro (EBSFC) evocou 40 anos de histórias, de vicissitudes e de sucessos no dia em que comemorou o 40º aniversário da sua criação.

A efeméride, que juntou á sua volta professores, antigos directores, pessoal auxiliar e ex-alunos, decorreu sob o slogan «Três edifícios…uma escola, 40 anos a criar futuro».

O presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro, aproveitou a sessão para anunciar que a autarquia vai patrocinar a edição da obra «Era uma vez a selva» que será apresentada em 2012. As comemorações foram assinaladas com intervenções divididas entre a saudade, o presente e o futuro de uma escola que, em quatro décadas, conheceu três localizações diferentes.

«Estas paredes, hoje modernas, carregam 40 anos de histórias, 40 anos que contam a evolução de um país, de um povo e de uma cidade mas também 40 anos de juventude que continuam a abrir horizontes e a criar futuros», afirmou a directora da escola, Ilda Ferreira.

A responsável da EBSFC não dissociou a efeméride do patrono da escola, o escritor Ferreira de Castro, natural de Oliveira de Azeméis e uma das maiores figuras da literatura portuguesa do século XX.

«As frases da sua autoria, neste novo edifício, não nos deixam esquecer a grandeza da sua obra e da sua pessoa, uma memória viva na nossa escola», disse, garantindo que «o espírito e os valores humanistas desta instituição irão perdurar para além dos seus 40 anos e muito para além das competências meramente técnicas e científicas transmitidas aos nossos alunos».

Ilda Ferreira não esqueceu o empenho dos professores que «todos os dias se dedicam a construir uma escola melhor, mais justa, mais solidária, mais próxima dos alunos, com uma maior capacidade de resposta aos anseios dos encarregados de educação e da própria comunidade».

Num discurso optimista, a directora salientou que na ESBC «construímos diariamente um projecto educativo arrojado e inovador onde a formação cívica e cultural é o alicerce do nosso ensino».

Também optimista se mostrou Hermínio Loureiro, afirmando que a ESBFC está associada a «40 anos de sucessos, ao saber e à preparação dos jovens para uma cidadania activa e participativa».

«Para além das condições físicas, o mais importante são os protagonistas deste longo percurso», disse o autarca, lembrando alguns episódios que viveu enquanto aluno.

Hermínio Loureiro salientou algumas peripécias vividas mas também «a geração de grandes professores» e o grau de exigência que sempre caracterizaram a escola do patrono Ferreira de Castro.

O autarca revelou algumas curiosidades relacionadas com a vida da escola. «O actual secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, foi o primeiro vencedor do prémio juvenil Ferreira de Castro, na modalidade de poesia. Também o médico Fernando Póvoas leccionou neste estabelecimento», disse, felicitando os organizadores por terem «associado nomes da cultura à efeméride através de uma exposição de esculturas de Paulo Neves e pinturas de José Emídio».

Tags:

Sobre nós

Município de Oliveira de Azeméis.

Subscrever

Media

Media