Cinemalogia: Após a Produção

A condição Early Bird no curso Cinemalogia é válida até uma semana antes da data de início de cada módulo.

O cinema Português já conta com muitos anos de história e mudanças, assim como as mais variadas estéticas e géneros. O que se propõe com a criação deste ciclo de cinema é que se viva e recorde o cinema português numa retrospectiva que se faz viver até ao presente.

Este ciclo de cinema propõe a todos os espectadores e cinéfilos uma experiência vasta de conhecimento das mais variadas obras portuguesas conseguindo proporcionar uma introspectiva do que é, o que foi e o que será o cinema português.

Consulte a programação do ciclo e venha ao Mini-Auditório Salgado Zenha . A Entrada é Livre.
 

Programação Abril / Maio

23 de Abril
Mini-Auditório Salgado Zenha
22h00
Aventura na 1ª Pessoa
3x3 de Nuno Rocha, 6' (2009)
Ainda Há Pastores? de Jorge Pelicano, 72' (2006)
30 de Abril
Mini-Auditório Salgado Zenha
22h00
Projecto Convidado
— Imagens que Falam
Coisas e Loiças de Sandra Santos
A Noite Saiu à Rua de Abi Feijó; Clídio Nóbio; Manuel Tentúgal; Márcia Lucas; Luisa Leal; Tita Costa; Tito Morais; Rui Brás e de João Abel Manta e Zeca Afonso.
Spot de Joana Imaginário e Francisco Lança
Abraço do Vento de José Miguel Ribeiro
Cicatriz de Icaro e Tânia Duarte
Ana – Um Políndromo de Joana Toste
Fuligem de Vasco Sá e David Doutel
M de Joana Bartolomeu
1999 de Francisco Lança
Os Olhos do Farol de Pedro Serrazina
Com a presença do Realizador Paulo D'alva, de Manuela Lima e Cristina Pereira.
   
   
21 de Maio
Mini-Auditório Salgado Zenha
22h00
Tabu de Miguel Gomes, 118' (2012)
28 de Maio
Mini-Auditório Salgado Zenha
22h00
Antes de Amanhã de Gonçalo Galvão Teles, 2007 (17')
— Melhor Curta Metragem, XV Caminhos do Cinema Português

 

A exposição de artes plásticas Entrecruzamentos Artísticos” — A Academia e a Cidade visa divulgar a relação e o debate entre as vertentes artísticas que culminam naquela que é a Sétima Arte. Da Literatura/Argumento, passando pela Música, pelas Artes Plásticas e Representativas pretendemos montar executar a curadoria de uma exposição e instalação que mostra a interdisciplinaridade e as camadas de execução de uma obra cinematográfica.

Esta actividade começou numa performance sobre a produção cinematográfica onde os espectadores da performance tiveram a oportunidade de ver e reflectir sobre a profundidade e multidisciplinaridade existente durante uma rodagem cinematográfica, e de que forma a performance dos técnicos consegue impulsionar resultados artísticos visualizando-se a arte dentro da própria arte.
Esta exposição está ainda enquadrada no leque de actividades do Curso Cinemalogia — Da Ideia ao Filme numa actividade experimental e extra plano de formação onde os formandos possuem a liberdade criativa para experimentar novas linguagens cinematográficas através da performance.

Este é o início de um Caminho pluridisciplinar conduzido pela paixão cinematográfica. A exposição está patente de 24 de abril até 8 de maio no Centro Cultural Casa da Pedra. A entrada é livre.
Integrado nas actividades do Programa Cultural da Queima das Fitas 2015 e na Rodagem da Curta-Metragem “Nunca é Tarde” produzida no âmbito da 4ª edição do Curso Cinemalogia 'da ideia ao filme'
 

Tags:

Sobre nós

Cinema.

Subscrever

Media

Media