Rappers portugueses Valete e Jimmy P recriam Batalha de Waterloo para o canal HISTÓRIA

200º Aniversário da batalha de Waterloo

Com o objetivo de comemorar o 200º aniversário da batalha de Waterloo, canal HISTÓRIA grava videoclip com a colaboração de dois rappers portugueses e de um DJ.  

Videoclip conta, de forma clara e de um ponto de vista contemporâneo, os desenvolvimentos dramáticos da batalha de 18 de junho de 1815.  
   
Agora, 200 anos depois e por altura do seu bicentenário, o canal HISTÓRIA vai recreá-la de uma forma muito especial, convertendo-a numa “luta de galos” com dois rappers portugueses que se enfrentam ao som dos ritmos do DJ Mike El Nite .
 
O desafio foi lançado aos conhecidos rappers Valete e Jimmy P , que foram convidados a interpretar os papéis do imperador francês Napoleão Bonaparte e do Duque de Wellington para um videoclip musical. Através da composição de uma letra e música, ambos vão contar o desenvolvimento desta batalha e dar a conhecer alguns dos segredos desta ofensiva transcendental.



Sobre O Especial Waterloo


Neste especial, o ator de Hollywood, Sean Bean, conta a história de Waterloo, uma das batalhas mais decisivas da História.

Ele baseia-se nos relatos verídicos de soldados que lutaram em Waterloo para contar a história dos acontecimentos dramáticos de 18 de junho de 1815, tal como foram vivenciados pelos soldados que os travaram. Sean Bean compila a cronologia da batalha e visita alguns dos locais lendários, onde o resultado foi decisivo para a História.
 
Sean Bean conheceu ainda os descendentes de alguns dos soldados que lutaram em Waterloo, para descobrir como recordam os feitos dos seus antecessores. Para dar vida às suas histórias, Bean conta com a ajuda de soldados atuais do Exército britânico e peritos em História militar, e encena experiências que o aproximam da realidade da batalha de Waterloo.

Sobre os rappers
 
Jimmy P (Joel Plácido)
Cantor e compositor, nasceu no Barreiro, mas a sua história está associada a várias geografias nomeadamente Angola da qual é natural, Paris onde viveu durante o período da adolescência e a cidade Invicta onde começa a dar os primeiros passos na música. Foram precisamente o gosto e o hábito de ouvir Rap, adquiridos no tempo que viveu em Paris, e a influência de outros estilos musicais diversos herdados pelo seu pai (Semba, Morna, Coladera, Salsa, Reggae, Jazz), que despertaram a sua apetência para a escrita, levando-o a passar para o papel as suas vivências, e a forma como via o mundo.
Em 2013 Jimmy P coloca nas lojas o primeiro longa duração #1 que surpreendeu crítica e público. O disco esgotou em pouco mais de um mês e deu origem a uma tour intensa de espetáculos que o têm levado a percorrer o país de Norte a Sul.
 
A fusão do Hip-Hop, Reggae, R&B e Rock aliados a uma performance de grande nível tornam-no um artista singular e camaleónico, desejado pela maioria dos promotores. Ao vivo, Jimmy P apresenta-se em dois formatos: showcase adaptado a clubes e auditórios com um dj e um Mc de apoio, e em formato live band adaptado a atuações ao ar livre ou em palcos maiores.
 
A finalizar o ano de 2014, Jimmy P lança para a internet “Marcha”, a primeira faixa a ser revelada do novo disco e que conta com as rimas de Valete e produção de Dj Ride. Quase em simultâneo, o rapper sobe ao palco dos Portuguese Festival Awards para atuar com uma orquestra, acabando por vencer na categoria de Melhor Atuação – Artista Revelação 2015.
“FVMILY F1RST”, assim se chama o segundo longa duração, disponibilizado dia 23 de Fevereiro com distribuição Sony Music.
 
 
 
 
Valete (Keidje Torres Lima)
 
Rapper português, filho de pais são-tomenses que começou a sua jornada no Hip Hop nacional no fim dos anos 90 através de participações em mixtapes lançadas por DJ’s destacados no género musical como Bomberjack ou Cruzfader (atual DJ de Orelha Negra).
 
Lançou o seu primeiro álbum ‘Educação Visual’ em 2002  no registo de edição de autor e vendeu 5000 cópias. Uma verdadeira proeza para uma edição daquele tipo que não teve espaços nas rádios nacionais.
 
Em 2004, Valete lança na compilação ‘Poesia Urbana’ a música ‘Fim da Ditadura’ que demonizava as ações da administração Bush naquele tempo. O tema tornou-se num dos maiores hinos do Hip Hop nacional de todos os tempos contando com mais de 3 milhões de visualizações no canal do artista de Youtube. Apesar de Valete não ter destaque na comunicação social tornava-se um verdadeiro fenómeno na Internet. O Myspace contava com mais de 2 milhões de visitas e estava em 1º lugar entre os músicos portugueses.
 
Em 2010 Valete é convidado para fazer parte do projeto ‘Diversidad’, um projeto europeu que reunia alguns dos mais consagrados MC’s do velho continente juntando-se a nomes como Curse (Alemanha), Melodee (Holanda), Orelsan (França) e Nach (Espanha). Em 2011 foi lançado o álbum ‘Diversidad’ e foi consensualmente destacado como um dos MC’s com melhor performance no projeto levando assim o rap português ao mais alto nível.

Em finais de 2012 Valete faz em nome próprio um concerto no Campo Pequeno onde esgota a sala e coloca aquele evento na História do Hip Hop nacional.

Depois deste feito Valete fez vários concertos em Festivais e Semanas Académicas, foi convidado em Março de 2014 para a Semana de Hip Hop em São Paulo (Brasil). 

Atualmente, Valete está a finalizar o seu 3º álbum de originais intitulado ‘Homo Liber’ que será editado brevemente.
 
 
Sobre o DJ
 
DJ Mike El Nite   (Miguel Caixeiro)
Rapper e DJ combina as aptidões ganhas ao longo da sua imprevisível carreira para transmitir mensagens algures entre a euforia e o desespero, com grande tendência para a ironia aplicada a assuntos sérios acompanhada de batidas, baixos, synths e samples.
Nite começou a carreira como parte de Refill, dupla de produção que ajudou Da Chick a dar os seus primeiros passos. O hip hop ofereceu-lhe, no entanto, a melhor rampa para o acesso às ideias que o assaltam. Um rap feito de beats cortantes, contemporâneos, digitais e de palavras de uma ironia profunda – “quero cair-te entre as pernas como a Ponte de Entre-os-Rios” – que revelam um olhar mordaz sobre a realidade que nos rodeia. É essa a ideia base de Vaporetto Tittano, um EP em que Mike El Nite assume as despesas de produção, com excepção de “F.E.N.A. 2”, tema que mereceu vídeo e que conta com produção de Razat. “Só Badalhocas”, um hilariante retrato de uma qualquer noite num qualquer clube, promove novo encontro entre Mike El Nite e Da Chick e sugere que as pistas de dança podem também ser habitat para este produtor/MC que está a forçar a mudança do jogo por cá. 
 
HISTÓRIA
Faz-se cada dia. Ontem, hoje e amanhã, o HISTÓRIA é diferente, porque todos os dias existem temas para contar e ouvir. História de pessoas e objetos cheias de entusiasmo e irreverencia é assim o HISTÓRIA , um canal onde se desvendam segredos milenares e presentes. Um canal repleto de pormenores e de ousadia.
O HISTÓRIA chega a mais de 300 milhões de espectadores, distribuídos por 150 países. A marca de qualidade do HISTÓRIA torna-o uma referência incontornável com séries exclusivas como “A Humanidade”, “O preço da História”, “Alienígenas”, “O Universo”, entre outros.
Produzido por The History Channel Iberia , especificamente para o mercado português, o HISTÓRIA resulta de uma joint-venture entre a AMC International-Iberia e a A+E Networks formada em 1998.

Para descarregar as imagens com resolução, aceda ao seguinte link:
http://informedia.com.pt/
user: historia2
pass: atrevia

Comunicado na íntegra em anexo.

Tags:

Sobre nós

Canal televisivo dedicado em exclusivo à História.

Subscrever

Media

Media