CBRE REGISTA OS MELHORES RESULTADOS DOS ÚLTIMOS 7 ANOS

Lisboa, 20 de janeiro de 2015 - A CBRE Portugal apresenta hoje os resultados da atividade de 2014, com a maioria das áreas de negócio a registarem um forte crescimento.
 
O grande destaque vai para a venda no fim de 2014, em representação do Fundo de Pensões da EDP, de mais um imóvel, localizado no Marquês de Pombal. Com a venda do edifício Camilo Castelo Branco 46, efectuada em colaboração com a EDP Imobiliária, a CBRE conclui a venda do sétimo edifício na zona do Marquês de Pombal, em apenas seis meses, sendo cinco propriedade do Fundo de Pensões da EDP e dois de uma seguradora. Estes sete imóveis têm uma área superior a 38 mil m 2 e totalizam um volume de investimento superior a 86 milhões de euros.
 
Segundo Francisco Horta e Costa, Diretor Geral da CBRE “Estamos muito satisfeitos com os resultados do ano passado, tendo crescido significativamente em quase todas as áreas de negócio. O ano de 2014 foi marcado pelo regresso dos investidores a Portugal, oriundos de várias geografias como a China, Estados Unidos da América, França e Brasil. Destaco as áreas de investimento e promoção, que juntas conseguiram comercializar perto de 52 mil metros quadrados no centro de Lisboa, vendas motivadas pelas transações a investidores estrangeiros, e o departamento de escritórios, que mais que duplicou o seu volume de negócios, o que demonstra bem a confiança que os nossos clientes continuam a depositar na equipa da CBRE.”
 
“Nas áreas não-transacionais, a área de Gestão de Ativos Imobiliários cresceu impulsionada pela assinatura de 6 novos acordos de gestão de edifícios de escritórios e centros comerciais e a área de Avaliações que registou o melhor ano de sempre.”
 
A área de negócio de Investimento , dedicada à assessoria na compra e venda de imóveis de rendimento, realizou vários negócios emblemáticos, como é o caso da venda dos edifícios da EDP;
a venda do edifício Duque de Palmela, 23, da Cerquia, a um investidor privado chinês; ou ainda a venda do Edifício Lisboa, no Parque das Nações.
 
A área de negócio de Promoção , que se dedica à venda de terrenos e edifícios para reabilitação, comercializou vários imóveis no valor total de 35 milhões de euros. Entre os negócios concretizados destaca-se a venda do emblemático edifício República 37, um exemplo de referência da arquitetura residencial do Séc. XIX, em representação do vendedor, o Banco Sabadell. Repete-se ainda pela segunda vez, no espaço de apenas um ano, a venda do edifício nº 53 da Praça dos Restauradores, em Lisboa, a um investidor internacional.
 
O mercado de Investimento, incluindo Promoção, registou em 2014 um volume de negócios superior a 850 milhões de euros, o que significa que quase triplicou relativamente a 2013. As vendas a investidores estrangeiros foram muito significativas no último ano, tendo a CBRE realizado vendas superiores a 30.000 metros quadrados apenas a investidores chineses.
 
O mercado de escritórios registou um crescimento na absorção de 61%, comparativamente ao ano anterior, totalizando 126.000 metros quadrados. O departamento de Escritórios da CBRE foi responsável por transações que corresponderam a 21.000 m 2 , registando um crescimento de 136% na sua faturação. Destacamos a colocação de uma empresa do sector financeiro na Quinta da Fonte ocupando a totalidade de um edifício com 4.300 m 2 , o arrendamento à Arvato de 2.100 m 2 na Torre Ocidente (Colombo) e a colocação da AGS e Multicert no Lagoas Park, em Oeiras.
 
A CBRE terminou 2014 representando uma multinacional no arrendamento de cerca de 11.000 m 2 de escritórios na Torre Ocidente (Colombo). Com a entrada da CBRE na comercialização da Torre Ocidente no Verão de 2013, fomos responsáveis pela colocação de mais de 50% do edifício (15.000 m 2 ), fazendo com que o imóvel esteja totalmente ocupado.
 
O Departamento de Retail realizou várias transações, que totalizaram 18.800 m 2 , nos segmentos de Retail Parks (9.700 m 2 ), Centros Comerciais (5.500 m 2 ) e Comércio de Rua (3.600 m 2 ). Entre os negócios de Comércio de Rua mais emblemáticos destaca-se a colocação na Avenida da Liberdade da Lacoste, com o posicionamento mais elevado da marca, e a Tricana, num espaço de 370 m 2 no edifício Avenida 252. A CBRE representou ainda a Rimowa, em todo o processo associado à abertura da flagship store desta marca, num espaço de 150 m 2 na Avenida dos Aliados, no Porto.
 
A colocação do AKI num espaço de 3.100 m 2 no Torreshopping, a abertura das novas lojas da Massimo Dutti e Labrador no Península e ainda colocação a Staples e Deborla num espaço de 3.500 m 2 em Lagoa, foram outros destaques do ano nesta área.
 
A absorção de espaços de Armazéns e Logística no final de 2014 ronda os 140 mil m 2 , refletindo um decréscimo de aproximadamente 15% em relação ao ano anterior. Dos negócios realizados em 2014 pela CBRE destaca-se o arrendamento de 5.900 m 2 à Conforama na Plataforma Logística de Cabra Figa; o arrendamento de duas naves logísticas, num total de 2.000 m 2 , à Cudell no Grande Porto; e ainda a venda de um lote de 10.000m 2 na Zona Industrial da Abrunheira, Sintra, em representação da Sealed Air, um cliente internacional da CBRE.
2014 foi um ano importante para o departamento de Avaliações da CBRE, que registou um aumento de 35% no seu volume de faturação – o mais alto de sempre. Foram avaliados cerca de 1250 imóveis, totalizando um valor superior a 12 mil milhões de euros. Apesar do crescimento das avaliações em todos os sectores de atividade, a área de retail, com especial enfoque em centros comerciais, aumentou muito significativamente, em cerca de 75%.
O Departamento de Research e Consultoria triplicou, em 2014, a sua atividade, resultado do crescimento verificado no sector de investimento em imobiliário, quer de rendimento quer de promoção e reabilitação. Foram realizados diversos estudos, predominantemente para investidores estrangeiros, para suportar as suas decisões de investimento em Portugal.
Os estudos incidiram sobre o mercado residencial de Lisboa e Porto e escritórios em Lisboa. Destacam-se ainda os estudos para o reposicionamento de alguns centros comerciais em Portugal e os estudos de definição de melhor uso para imóveis localizados em Angola, realizados em parceria com a Zenki Real Estate, empresa afiliada da CBRE.
 
No ano de 2014 o departamento de Gestão de Ativos Imobiliários triplicou a área sob gestão, num total de 150.000 m 2 . Aos anteriores mandatos juntaram-se, em 2014, seis novos contratos de gestão de edifícios de escritórios e centros comerciais.
No último ano, o crescimento da área de gestão de centros comerciais foi acentuado, com a gestão de 65.000 m 2 adicionais. De destacar as novas instruções de gestão do Torreshopping, em Torres Novas, Forum Aveiro, em Aveiro, o Parque Mondego, em Coimbra, e ainda o Porto Palladium na Rua de Santa Catarina, no Porto.
O ano de 2015 inicia-se com a gestão da Torre Oriente, que passará a ser a primeira Premier Property de Portugal.
Na atividade desenvolvida pela equipa de Building Consultancy (Arquitectura e Project Management) no ano de 2014 destaca-se o projeto de consultoria estratégica para a Cudell, a consultoria de projeto para a renovação do Centro Comercial Torreshopping, em Torres Vedras, o projeto de fit-out e gestão da obra para novas instalações da AGS no Lagoas Park e o desenvolvimento do Project Management para obras de beneficiação e remodelação no Forum Aveiro.
A neoturis , empresa de consultoria em hotelaria e turismo, parte do grupo CBRE, registou um aumento da atividade de consultoria tradicional com o aumento do investimento no mercado turístico-imobiliário português, por parte de vários investidores internacionais. Neste âmbito destaca-se a realização de vários estudos de suporte a processos de aquisição de unidades hoteleiras, estudos de mercado, definição de conceito ( best use ) e viabilidade económica para empreendimentos turístico-imobiliários na região de Lisboa e do Algarve.
O ano de 2014 revelou-se positivo para a Zenki Real Estate , empresa afiliada da CBRE, mas com um volume de negócios inferior ao estimado, devido à queda abrupta do preço do petróleo no segundo semestre do ano. Entre as suas atividades, o departamento de Avaliações avaliou 4 milhões de metros quadrados de terrenos e 500.000 m 2 de área bruta de construção, com destaque para a avaliação do projeto Baía de Luanda e a avaliação do património do Fundo Angola International Capital.
A área de Consultoria realizou 20 projetos de consultoria de concepção, estudos de viabilidade económica e estudos de mercado, destacando-se os estudos de Best Use e viabilidade para a seguradora ENSA e para o promotor imobiliário Imogestin.
A Zenki Real Estate termina o ano a representar a maioria dos projetos imobiliários recentes da grande Luanda, dos quais se destacam o WTC Luanda, as Torres Oceano e o Dolce Vita.
Em 2014, a CBRE foi ainda galardoada com os prémios Euromoney para “Melhor Consultora Imobiliária em Portugal”, “Melhor Departamento de Avaliações em Portugal” e “Melhor Departamento de Agência em Portugal”.
“Estamos muito satisfeitos com os resultados de 2014”, afirmou Francisco Horta e Costa “Apesar da continuada incerteza económica, quase todas as áreas de negócio em que operamos geraram um crescimento nas receitas durante o último ano.”
“A nossa posição de liderança e a nossa equipa, que cresceu em 2014 de forma a dar uma resposta de excelência aos nossos clientes, leva-nos a encarar 2015 com confiança, seguros que as opções estratégicas dos últimos anos tornaram a CBRE uma empresa mais sólida e mais preparada para os novos tempos.”
“Antecipo que em 2015 o investimento em produto de rendimento continuará a crescer, transversal aos vários sectores do imobiliário comercial, alimentado pela existência de grandes volumes de capital estrangeiro para investir (institucional e privado) e pela manutenção das taxas de juro a valores muito baixos. É provável que aumentem também as transações de Centros Comerciais.”
“O investimento em reabilitação será uma realidade com tendência a aumentar, principalmente nos centros de Lisboa e Porto, com grande enfoque no sector residencial e de comércio de rua, com vista a tirar partido da crescente procura de estrangeiros em adquirir habitação de segmento médio e médio/alto. A reabilitação também se irá verificar no sector do turismo, quer na hotelaria pura, quer em novos formatos como os apartamentos para estadias de curta duração ou hostels , como consequência do aumento do número de turistas nas principais cidades portuguesas.”
“Alguns resorts no Algarve e na costa alentejana serão provavelmente transaccionados, comprovando o interesse dos investidores internacionais neste tipo de produto em Portugal, reconhecendo o seu potencial no mercado turístico europeu.”
 
Sobre o Grupo CBRE
O Grupo CBRE, Inc., é uma empresa classificada na Fortune 500 e S&P 500, com sede em Los Angeles, líder mundial na prestação de serviços para o setor imobiliário (dados relativos a 2013). Com aproximadamente 44 mil colaboradores a nível mundial (excluindo empresas afiliadas), a CBRE desenvolve a sua atividade para promotores, investidores e ocupantes através de aproximadamente 350 escritórios em todo o mundo (excluindo empresas afiliadas). Entre os seus serviços contam-se a consultoria e mediação em operações de venda e arrendamento de imóveis, administração de imóveis, gestão de projetos, serviços de avaliação, promoção, investimento imobiliário, research e consultoria. Em Portugal a empresa está presente desde 1988, prestando uma vasta gama de serviços em todo o território nacional. Para mais informações visite www.cbre.pt
 

Tags:

Sobre nós

Prestação de serviços na área do mercado imobiliário a empresas nacionais e internacionais.

Subscrever