CBRE REGISTA OS MELHORES RESULTADOS DOS ÚLTIMOS 7 ANOS

Lisboa, 20 de janeiro de 2015 - A CBRE Portugal apresenta hoje os resultados da atividade de 2014, com a maioria das áreas de negócio a registarem um forte crescimento.
 
O grande destaque vai para a venda no fim de 2014, em representação do Fundo de Pensões da EDP, de mais um imóvel, localizado no Marquês de Pombal. Com a venda do edifício Camilo Castelo Branco 46, efectuada em colaboração com a EDP Imobiliária, a CBRE conclui a venda do sétimo edifício na zona do Marquês de Pombal, em apenas seis meses, sendo cinco propriedade do Fundo de Pensões da EDP e dois de uma seguradora. Estes sete imóveis têm uma área superior a 38 mil m2 e totalizam um volume de investimento superior a 86 milhões de euros.
 
Segundo Francisco Horta e Costa, Diretor Geral da CBRE “Estamos muito satisfeitos com os resultados do ano passado, tendo crescido significativamente em quase todas as áreas de negócio. O ano de 2014 foi marcado pelo regresso dos investidores a Portugal, oriundos de várias geografias como a China, Estados Unidos da América, França e Brasil. Destaco as áreas de investimento e promoção, que juntas conseguiram comercializar perto de 52 mil metros quadrados no centro de Lisboa, vendas motivadas pelas transações a investidores estrangeiros, e o departamento de escritórios, que mais que duplicou o seu volume de negócios, o que demonstra bem a confiança que os nossos clientes continuam a depositar na equipa da CBRE.”
 
“Nas áreas não-transacionais, a área de Gestão de Ativos Imobiliários cresceu impulsionada pela assinatura de 6 novos acordos de gestão de edifícios de escritórios e centros comerciais e a área de Avaliações que registou o melhor ano de sempre.”
 
A área de negócio de Investimento, dedicada à assessoria na compra e venda de imóveis de rendimento, realizou vários negócios emblemáticos, como é o caso da venda dos edifícios da EDP;
a venda do edifício Duque de Palmela, 23, da Cerquia, a um investidor privado chinês; ou ainda a venda do Edifício Lisboa, no Parque das Nações.
 
A área de negócio de Promoção, que se dedica à venda de terrenos e edifícios para reabilitação, comercializou vários imóveis no valor total de 35 milhões de euros. Entre os negócios concretizados destaca-se a venda do emblemático edifício República 37, um exemplo de referência da arquitetura residencial do Séc. XIX, em representação do vendedor, o Banco Sabadell. Repete-se ainda pela segunda vez, no espaço de apenas um ano, a venda do edifício nº 53 da Praça dos Restauradores, em Lisboa, a um investidor internacional.
 
O mercado de Investimento, incluindo Promoção, registou em 2014 um volume de negócios superior a 850 milhões de euros, o que significa que quase triplicou relativamente a 2013. As vendas a investidores estrangeiros foram muito significativas no último ano, tendo a CBRE realizado vendas superiores a 30.000 metros quadrados apenas a investidores chineses.
 
O mercado de escritórios registou um crescimento na absorção de 61%, comparativamente ao ano anterior, totalizando 126.000 metros quadrados. O departamento de Escritórios da CBRE foi responsável por transações que corresponderam a 21.000 m2, registando um crescimento de 136% na sua faturação. Destacamos a colocação de uma empresa do sector financeiro na Quinta da Fonte ocupando a totalidade de um edifício com 4.300 m2, o arrendamento à Arvato de 2.100 m2 na Torre Ocidente (Colombo) e a colocação da AGS e Multicert no Lagoas Park, em Oeiras.
 
A CBRE terminou 2014 representando uma multinacional no arrendamento de cerca de 11.000 m2 de escritórios na Torre Ocidente (Colombo). Com a entrada da CBRE na comercialização da Torre Ocidente no Verão de 2013, fomos responsáveis pela colocação de mais de 50% do edifício (15.000 m2), fazendo com que o imóvel esteja totalmente ocupado.
 
O Departamento de Retail realizou várias transações, que totalizaram 18.800 m2, nos segmentos de Retail Parks (9.700 m2), Centros Comerciais (5.500 m2) e Comércio de Rua (3.600 m2). Entre os negócios de Comércio de Rua mais emblemáticos destaca-se a colocação na Avenida da Liberdade da Lacoste, com o posicionamento mais elevado da marca, e a Tricana, num espaço de 370 m2 no edifício Avenida 252. A CBRE representou ainda a Rimowa, em todo o processo associado à abertura da flagship store desta marca, num espaço de 150 m2 na Avenida dos Aliados, no Porto.
 
A colocação do AKI num espaço de 3.100 m2 no Torreshopping, a abertura das novas lojas da Massimo Dutti e Labrador no Península e ainda colocação a Staples e Deborla num espaço de 3.500 m2 em Lagoa, foram outros destaques do ano nesta área.
 
A absorção de espaços de Armazéns e Logística no final de 2014 ronda os 140 mil m2, refletindo um decréscimo de aproximadamente 15% em relação ao ano anterior. Dos negócios realizados em 2014 pela CBRE destaca-se o arrendamento de 5.900 m2 à Conforama na Plataforma Logística de Cabra Figa; o arrendamento de duas naves logísticas, num total de 2.000 m2, à Cudell no Grande Porto; e ainda a venda de um lote de 10.000m2 na Zona Industrial da Abrunheira, Sintra, em representação da Sealed Air, um cliente internacional da CBRE.
2014 foi um ano importante para o departamento de Avaliações da CBRE, que registou um aumento de 35% no seu volume de faturação – o mais alto de sempre. Foram avaliados cerca de 1250 imóveis, totalizando um valor superior a 12 mil milhões de euros. Apesar do crescimento das avaliações em todos os sectores de atividade, a área de retail, com especial enfoque em centros comerciais, aumentou muito significativamente, em cerca de 75%.
O Departamento de Research e Consultoria triplicou, em 2014, a sua atividade, resultado do crescimento verificado no sector de investimento em imobiliário, quer de rendimento quer de promoção e reabilitação. Foram realizados diversos estudos, predominantemente para investidores estrangeiros, para suportar as suas decisões de investimento em Portugal.
Os estudos incidiram sobre o mercado residencial de Lisboa e Porto e escritórios em Lisboa. Destacam-se ainda os estudos para o reposicionamento de alguns centros comerciais em Portugal e os estudos de definição de melhor uso para imóveis localizados em Angola, realizados em parceria com a Zenki Real Estate, empresa afiliada da CBRE.
 
No ano de 2014 o departamento de Gestão de Ativos Imobiliários triplicou a área sob gestão, num total de 150.000 m2. Aos anteriores mandatos juntaram-se, em 2014, seis novos contratos de gestão de edifícios de escritórios e centros comerciais.
No último ano, o crescimento da área de gestão de centros comerciais foi acentuado, com a gestão de 65.000 m2 adicionais. De destacar as novas instruções de gestão do Torreshopping, em Torres Novas, Forum Aveiro, em Aveiro, o Parque Mondego, em Coimbra, e ainda o Porto Palladium na Rua de Santa Catarina, no Porto.
O ano de 2015 inicia-se com a gestão da Torre Oriente, que passará a ser a primeira Premier Property de Portugal.
Na atividade desenvolvida pela equipa de Building Consultancy (Arquitectura e Project Management) no ano de 2014 destaca-se o projeto de consultoria estratégica para a Cudell, a consultoria de projeto para a renovação do Centro Comercial Torreshopping, em Torres Vedras, o projeto de fit-out e gestão da obra para novas instalações da AGS no Lagoas Park e o desenvolvimento do Project Management para obras de beneficiação e remodelação no Forum Aveiro.
A neoturis, empresa de consultoria em hotelaria e turismo, parte do grupo CBRE, registou um aumento da atividade de consultoria tradicional com o aumento do investimento no mercado turístico-imobiliário português, por parte de vários investidores internacionais. Neste âmbito destaca-se a realização de vários estudos de suporte a processos de aquisição de unidades hoteleiras, estudos de mercado, definição de conceito (best use) e viabilidade económica para empreendimentos turístico-imobiliários na região de Lisboa e do Algarve.
O ano de 2014 revelou-se positivo para a Zenki Real Estate, empresa afiliada da CBRE, mas com um volume de negócios inferior ao estimado, devido à queda abrupta do preço do petróleo no segundo semestre do ano. Entre as suas atividades, o departamento de Avaliações avaliou 4 milhões de metros quadrados de terrenos e 500.000 m2 de área bruta de construção, com destaque para a avaliação do projeto Baía de Luanda e a avaliação do património do Fundo Angola International Capital.
A área de Consultoria realizou 20 projetos de consultoria de concepção, estudos de viabilidade económica e estudos de mercado, destacando-se os estudos de Best Use e viabilidade para a seguradora ENSA e para o promotor imobiliário Imogestin.
A Zenki Real Estate termina o ano a representar a maioria dos projetos imobiliários recentes da grande Luanda, dos quais se destacam o WTC Luanda, as Torres Oceano e o Dolce Vita.
Em 2014, a CBRE foi ainda galardoada com os prémios Euromoney para “Melhor Consultora Imobiliária em Portugal”, “Melhor Departamento de Avaliações em Portugal” e “Melhor Departamento de Agência em Portugal”.
“Estamos muito satisfeitos com os resultados de 2014”, afirmou Francisco Horta e Costa “Apesar da continuada incerteza económica, quase todas as áreas de negócio em que operamos geraram um crescimento nas receitas durante o último ano.”
“A nossa posição de liderança e a nossa equipa, que cresceu em 2014 de forma a dar uma resposta de excelência aos nossos clientes, leva-nos a encarar 2015 com confiança, seguros que as opções estratégicas dos últimos anos tornaram a CBRE uma empresa mais sólida e mais preparada para os novos tempos.”
“Antecipo que em 2015 o investimento em produto de rendimento continuará a crescer, transversal aos vários sectores do imobiliário comercial, alimentado pela existência de grandes volumes de capital estrangeiro para investir (institucional e privado) e pela manutenção das taxas de juro a valores muito baixos. É provável que aumentem também as transações de Centros Comerciais.”
“O investimento em reabilitação será uma realidade com tendência a aumentar, principalmente nos centros de Lisboa e Porto, com grande enfoque no sector residencial e de comércio de rua, com vista a tirar partido da crescente procura de estrangeiros em adquirir habitação de segmento médio e médio/alto. A reabilitação também se irá verificar no sector do turismo, quer na hotelaria pura, quer em novos formatos como os apartamentos para estadias de curta duração ou hostels, como consequência do aumento do número de turistas nas principais cidades portuguesas.”
“Alguns resorts no Algarve e na costa alentejana serão provavelmente transaccionados, comprovando o interesse dos investidores internacionais neste tipo de produto em Portugal, reconhecendo o seu potencial no mercado turístico europeu.”
 
Sobre o Grupo CBRE
O Grupo CBRE, Inc., é uma empresa classificada na Fortune 500 e S&P 500, com sede em Los Angeles, líder mundial na prestação de serviços para o setor imobiliário (dados relativos a 2013). Com aproximadamente 44 mil colaboradores a nível mundial (excluindo empresas afiliadas), a CBRE desenvolve a sua atividade para promotores, investidores e ocupantes através de aproximadamente 350 escritórios em todo o mundo (excluindo empresas afiliadas). Entre os seus serviços contam-se a consultoria e mediação em operações de venda e arrendamento de imóveis, administração de imóveis, gestão de projetos, serviços de avaliação, promoção, investimento imobiliário, research e consultoria. Em Portugal a empresa está presente desde 1988, prestando uma vasta gama de serviços em todo o território nacional. Para mais informações visite www.cbre.pt
 

Tags:

Sobre nós

Prestação de serviços na área do mercado imobiliário a empresas nacionais e internacionais.

Subscrever