Resultado Líquido ajustado atinge 884 milhões de Euros em 2017

Uma melhoria contínua em termos de eficiência e elevadas margens de refinação ajudaram a que os resultados da Companhia registassem um aumento de 60% em relação ao período homólogo anterior.
• A atividade de Exploração e Produção contribuiu significativamente para este aumento, com um resultado de EUR 145 milhões.
• A Cepsa investiu EUR 888 milhões nas várias áreas de atividade.
• Em 2017, a Companhia conseguiu reduzir o índice de acidentes de trabalho, pelo sexto ano consecutivo.

O Resultado líquido ajustado da Cepsa em 2017, excluindo custos não recorrentes e calculando a variação de inventários a custo de reposição (Clean CCS), atingiu os EUR 884 milhões, um valor superior em 60% ao registado durante o período homólogo anterior.

Ao aplicar as Normas Internacionais de Informação Financeira (NIIF), na sigla inglesa IFRS, e, ao calcular a variação dos inventários pelo custo médio unitário, o resultado líquido acumulado deste período foi de EUR 743 milhões, 23% acima do resultado registado em 2016. A recuperação dos preços do petróleo (referência Brent), que registou um aumento de 22% para uma média de USD 54/b em 2017; bem como, o elevado valor das margens de refinação registado ao longo de todo o ano e os programas de melhoria de eficiência implementados nos últimos anos, foram os fatores determinantes para atingir os resultados verificados durante o ano de 2017.

A faturação ascendeu a EUR 20,8 biliões, um valor 16% superior ao registado no ano anterior, tendo o EBITDA aumentado 18%, com EUR 1.87 biliões.
Ao longo do ano, a Companhia realizou investimentos que ascenderam a EUR 888 milhões, tendo a dívida líquida recuado 18% para EUR 1.7 biliões no final do ano, com uma dívida líquida/rácio EBITDA de 0.92.

Adicionalmente, a Companhia continuou a melhorar os seus resultados, em termos de segurança, ao longo de 2017, com uma redução do índice de acidentes (“lost workday injury frequency”) pelo sexto ano consecutivo. Este resultado demonstra uma melhoria de 16% em comparação com 2016, registando-se um rácio de 1.0 acidentes por cada milhão de horas trabalhadas.

Exploração & Produção

Durante o ano de 2017, a atividade de Exploração e Produção registou um aumento significativo em termos de resultados, com um resultado líquido de EUR 145 milhões.
Os preços mais elevados aplicados a óleos de crude (USD 52,6/b comparado com os USD 40,2/b no ano anterior), bem como os programas de otimização, eficiência e redução de custos implementados nos últimos anos, têm sido fatores determinantes para o aumento dos resultados registados.

A produção de crude ascendeu a 92,1 milhares de barris/dia, um valor ligeiramente inferior ao de 2016, com um total de 13,5 milhões de barris comercializados durante este período. O investimento da empresa em atividade de exploração e desenvolvimento atingiu os EUR 170 milhões.

Em 2017, a Cepsa completou 30 anos da sua atividade de Exploração e Produção na Argélia. A Companhia iniciou também a produção no seu quarto campo de produção petrolífera offshore em Abu Dhabi.
Refinação e Comercialização

Registou-se um aumento de 39% na atividade de Refinação e Comercialização, que ronda agora os EUR 600 milhões. As margens de refinação mantiveram-se fortes, tanto para produtos derivados de petróleo como para petroquímicos, contando a Cepsa com uma margem de refinação na ordem dos USD 7,5/b em comparação com os USD 5,67b registados no ano anterior.
Durante o ano de 2017, a Cepsa processou 154,7 milhões de barris de crude, com uma taxa de utilização da capacidade de processamento nas refinarias elevada, situando-se nos 91% e a produção de 21,4 milhões e toneladas de derivados de petróleo.

Ao longo do ano, a Companhia efetuou um esforço de investimento significativo, que perfaz EUR 565 milhões em atividades de Refinação e Comercialização, que se destinavam à manutenção, eficiência, melhoria e transformação das infraestruturas e expansão da sua rede de Estações de Serviço.

Em 2017, a Cepsa adquiriu uma central de produção de biocombustível em San Roque (Cádiz), que compõe a refinaria neste local. Também concluiu a mais importante operação de compra de estações de serviço nos últimos anos no mercado Espanhol, através da aquisição de 23 estações de serviço situadas na região de Madrid e na Província de Toledo.

Petroquímica

A atividade petroquímica registou um resultado líquido de EUR 111 milhões, em linha com os resultados verificados em 2016 em que se regista um desempenho sólido nas três principais áreas de negócio, LAB (matérias primas para a produção de detergentes biodegradáveis), na qual a Cepsa é líder de mercado a nível mundial, fenol/acetona (matérias primas para plásticos de próxima geração) e solventes.
O valor total de vendas ascende a 2,9 milhões de toneladas e os investimentos nesta atividade atingiram os EUR 116 milhões.

Ao longo de 2017, a Cepsa lançou uma nova linha de negócio, após o arranque de uma central em Dumai, na Indonésia, para a produção de álcool e ácidos gordos provenientes de fontes naturais, que são utilizados para produzir produtos de beleza e produtos de higiene doméstica para os mercados Asiático e Europeu.

A empresa também desenvolveu um projeto para expandir a sua central química no Brasil, com o objetivo de reforçar a sua posição de líder mundial na produção LAB. Nesta mesma linha de negócio, a Cepsa assinou um acordo com a ADNOC, a Companhia Nacional de Petróleos de Abu Dhabi, para estudar a construção de uma nova central LAB em Ruwais, Abu Dhabi.

Gás e Eletricidade
As receitas da atividade de gás e eletricidade ascenderam a EUR 65,5 milhões. Por comparação com os EUR 48,8 milhões registados durante o ano de 2016, verificando-se um aumento de 34%.

As vendas de Gás perfizeram 27, 972 GWh. Um valor ligeiramente inferior ao registado no ano anterior e a produção de eletricidade aumentou 31%, em comparação com os valores de 2016, atingindo os 2,809 Gwh. A empresa alocou EUR 21 milhões a investimentos em centrais de cogeração e para iniciar atividade no seu primeiro parque eólico, situado em Jerez de la Frontera (Cádiz).

Tags:

Sobre nós

Exploração, distribuição e comercialização de produtos petrolíferos.

Subscrever