A viralidade da Legionella nos meios de informação

O surto de legionella que afeta o nosso país tem marcado a agenda mediática dos meios de comunicação social nas últimas semanas, traduzindo-se em números expressivos de informação produzida.

Entre os dias 7 de novembro - o dia em que o surto de legionella foi identificado no concelho de Vila Franca de Xira - e o dia 19 do mesmo mês, a Cision detetou 7505 artigos noticiosos produzidos em Portugal com referência ao surto da doença do legionário, nos diferentes meios analisados.

127 HORAS E 50 MINUTOS EM TELEVISÃO

Os 7505 artigos registados sobre o surto de legionella subdividem-se entre a imprensa escrita, com 403 artigos registados, os artigos produzidos online, que foram 3206, a rádio, com 574 conteúdos, e finalmente a televisão, meio de comunicação em que foram detetados 3320 conteúdos dedicados ao tema. Estes conteúdos televisivos monitorizados traduziram-se num total de 127 horas e 50 minutos de tempo de antena, um número expressivo e demonstrativo da relevância deste tema no panorama informativo nacional atual.

Os últimos dados divulgados na imprensa apontam para 331 casos de pessoas infetadas e oito mortes registadas até este momento. As vítimas mortais, com idades entre os 52 e os 89 anos, foram seis homens e duas mulheres. E estes números, trágicos e invulgares, têm chamado a atenção da imprensa estrangeira, até pela dimensão incomum que o surto tomou.

MAS QUE PAÍSES ESTRANGEIROS ESTÃO A ATRIBUIR MAIOR RELEVÂNCIA EDITORIAL AO SURTO PORTUGUÊS DE LEGIONELLA?

A Cision detetou no mesmo período, de 7 a 19 de novembro, 763 referências ao surto português de legionella nos meios de informação online globais, entre aproximadamente 24 milhões de artigos analisados.

Entre os países estrangeiros que mais escreveram nos media online sobre o surto português da doença do legionário encontram-se a vizinha Espanha, com 215 artigos, os EUA com 134 artigos, a Venezuela com 65 artigos, a Holanda com 45, e a Suécia com 33 conteúdos produzidos. Esta informação foi recolhida pelo sistema de monitorização global da Cision, que analisa diariamente mais de 85.000 sites de informação online em todo o mundo.

O objeto de análise deste estudo sobre o acompanhamento do surto nos meios de informação portugueses são todas as notícias referentes à legionella, veiculadas no espaço editorial português, em mais de 2000 meios de comunicação social (televisão, rádio, online e imprensa).

O período temporal sobre o qual incidiu este estudo foi o período decorrido entre os dias 7 e 19 de Novembro de 2014.

A Cision é líder global em serviços e software de pesquisa, monitorização e análise de media.

Tags:

Sobre nós

A Cision e lider global no fornecimento de servicos para planeamento, contacto, monitorizacao e analise dos media.

Subscrever

Media

Media