“Amor” e “sexo” nos media portugueses

Qual a relevância dada às palavras “amor” e “sexo” nos conteúdos noticiosos divulgados pela comunicação social em Portugal?

Esta pergunta foi o ponto de partida para o último estudo da Cision. Nesta análise, tentou perceber-se qual o destaque dado pelos media portugueses aos temas “amor” e “sexo”, tendo em conta os conteúdos noticiosos gerados e associados a cada um. E a principal conclusão é a de que os media falam muito mais de “amor” do que de “sexo”.

Desde o dia 1 de janeiro de 2015, a Cision registou 109.740 artigos com a referência à palavra “amor”, nos meios de comunicação social portugueses. Já em relação à palavra “sexo”, o total de artigos registado fica-se pelos 42.043. Ou seja, aproximadamente 72% do total de artigos devolvidos nesta pesquisa falavam de amor e apenas 28% abordavam, de alguma forma, o tema sexo.

Através de uma tecnologia inovadora de text data mining , que permite extrair informação qualitativa relevante de textos informativos, a Cision identificou ainda as 10 palavras que mais vezes estão presentes nos conteúdos que desenvolvem os temas “amor” e “sexo” divulgados pelos media portugueses. Relativamente ao tema “amor”, as palavras “música” e “mulher” são as que mais vezes aparecem associadas ao nível de conteúdos noticiosos gerados. Curiosamente, a palavra “mulher” é também a palavra que mais vezes aparece nos conteúdos quanto o tema é “sexo”, seguida pela palavra “estudo”, que se explica pela utilização da palavra na segmentação demográfica de sondagens e outros estudos. Palavras como “família”, “cinema” e “corpo” são ainda comuns a “amor” e “sexo”, estando, em ambos os casos, dentro do top destas duas temáticas. Outro facto curioso é o de que, ao falar-se de “amor” nos media, é frequente encontrar associadas as palavras “pai” e “mãe” aos conteúdos. Já ao falar-se de “sexo”, as palavras “casamento” e “relações” estão entre as mais presentes nos artigos divulgados.

Numa pesquisa realizada paralelamente, nos media de 30 países, espalhados um pouco por todo o globo, e cujos meios online são amplamente monitorizados pela Cision, as conclusões parecem confirmar as conclusões registadas no caso português. A tendência generalizada é que o “amor” supere o “sexo” nos media. Com as palavras a serem pesquisadas nas diversas línguas dos países analisados, observa-se que a palavra “amor” está presente em maior número de artigos noticiosos produzidos pelos meios de informação analisados.

Após análise da informação recolhida nos media online de países como o Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha, China, Japão, Índia, Brasil, Austrália, Rússia, entre outros, esta visão, aparentemente mais “romântica” dos conteúdos noticiosos divulgados pelos media, parece ganhar forma ao perceber-se que, dos mais de 16 milhões de artigos recolhidos com referências a “amor” e a “sexo”, mais de 12 milhões são precisamente sobre o “amor”, sendo os restantes sobre “sexo”.

O objeto de análise deste estudo, realizado pela Cision - líder global em serviços de media intelligence - foram todas as notícias com referência às palavras amor e sexo, veiculadas no espaço editorial português, em mais de 2000 meios de comunicação social (televisão, rádio, online e imprensa).

Foram ainda encontrados 16.540.206 artigos nos media online de 30 países previamente selecionados, com as palavras “amor” e “sexo” traduzidas para as respetivas línguas oficiais. Esta informação foi recolhida pelo sistema de monitorização global da Cision que analisa diariamente mais de 85.000 sites de informação online em todo o mundo.

O período destas pesquisas foi o período decorrido entre dos dias 1 de janeiro e 27 de outubro 2015.

Tags:

Sobre nós

A Cision e lider global no fornecimento de servicos para planeamento, contacto, monitorizacao e analise dos media.

Subscrever

Media

Media