Mundial pode render 120 milhões aos patrocinadores da Seleção

A participação da Seleção Nacional no Mundial 2018 poderá representar um retorno mediático de 120 milhões de euros aos patrocinadores, dependendo da prestação da equipa na Rússia.

Um estudo desenvolvido pela Cision prevê que o retorno mediático dos principais patrocinadores da SeleçãoGalp, Sagres, Meo, Continente, Santa Casa, Nike, Novo Banco e Samsung – possa atingir os 120 milhões de euros, caso a equipa portuguesa se sagre campeã do mundo na Rússia.

A estimativa da Cision indica que os sponsors têm garantidos, à partida, um retorno de 75 milhões, mesmo que Cristiano Ronaldo e companhia sejam eliminados da competição logo na fase de grupos. Caso Portugal seja apurado para os oitavos-de-final, o valor sobe para 85 milhões. A saída de cena do conjunto orientado por Fernando Santos nos quartos-de-final renderia 98 milhões de euros.

No cenário de eliminação nas meias-finais, os patrocinadores poderão obter um retorno de 103 milhões de euros, número que subiria para 112 milhões com uma presença da equipa das “quinas” na final de Moscovo. A consagração de Portugal como campeão do mundo representaria um retorno mediático na ordem dos 120 milhões de euros às principais marcas que apoiam a seleção.

A expetativa de retorno dos principais patrocinadores da Seleção Nacional no Mundial 2018 não difere muito do valor alcançado no Euro 2016, quando Portugal se sagrou campeão europeu na França: 115 milhões de euros.

Esta estimativa de retorno mediático para os principais patrocinadores da Seleção Nacional compreende o período ente 1 de junho e 31 de julho de 2018. A previsão é baseada no acompanhamento sistemático do retorno mediático destas marcas nos Mundiais de 2014, 2010 e de 2006 e nos Europeus de 2016, 2012, 2008 e de 2004.

A metodologia da Cision para avaliação do retorno mediático quantifica o tempo ou o espaço de exposição que as marcas têm na comunicação social, em espaço editorial. A exposição é avaliada com base no custo das tabelas publicitárias de cada meio, ou seja, fazendo a equivalência ao que as marcas teriam de pagar para ter a mesma exposição através de inserções publicitárias nesses meios.

O Campeonato do Mundo da FIFA 2018 começa esta quinta-feira, dia 14 de junho. Portugal está no Grupo B e inicia a sua participação na sexta-feira, frente à Espanha, defrontando depois Marrocos e Irão. A final está marcada para o dia 15 de julho, no Estádio Luzhniki, em Moscovo.

Tags:

Sobre nós

A Cision e lider global no fornecimento de servicos para planeamento, contacto, monitorizacao e analise dos media.

Subscrever

Media

Media