Todo terreno de sucesso na Companhia das Lezírias

O ‘2º TT da charneca para a lezíria’ não podia ter corrido da melhor forma para organização e 95 participantes que se deslocaram até ao Braço de Prata para viver um dia verdadeiramente diferente, em harmonia com a natureza e com oportunidade de usufruir de alguns dos produtos, serviços e paisagens da maior exploração agropecuária e florestal do país, a Companhia das Lezírias.

A ruralidade da charneca, com as pastagens, as plantações de cereais, os campos verdes e cheios de árvores, o gado a pastar tranquilamente ao longo de vários hectares, os belos exemplares de cavalos junto à Coudelaria, mas também a vertente mais selvagem e natural da propriedade, junto ao estuário do Tejo, e as visitas enriquecedoras a várias estruturas da Companhia das Lezírias foram os grandes motivos que levaram 95 pessoas em 30 viaturas a aderir rapidamente a esta pequena aventura e a viver um dia diferente, tranquilo e inesquecível, com temperaturas e cores primaveris, o que satisfez ainda mais os participantes. Surpresa muito agradável para todos os presentes foi também o sorteio e oferta de relógios TW Steel.

Este passeio essencialmente de natureza e onde os caminhos de terra escolhidos não ofereciam dificuldade, teve como um dos momentos chave do programa a visita à Adega de Catapereiro, onde além de conhecerem alguns dos vinhos e a sua produção, os participantes tiveram oportunidade de provar alguns dos néctares da Companhia das Lezírias, uma das suas grandes apostas que teve início em 1881. Logo após o almoço buffet em Arneiro Pereiro, outro momento alto, apesar de muito tranquilo, foi também a visita ao EVOA no estuário do rio Tejo e a observação de aves num dos observatórios deste Centro.

O ‘2º TT da charneca para a lezíria’ foi aberto a todos os modelos e marcas de veículos 4X4 mas o facto de a viatura oficial ser um Volvo V40 Cross Country serviu de incentivo a vários proprietários da marca sueca que trouxeram os seus modelos com e sem tração total e que superaram todas as pequenas dificuldades, pelo que, momentos houve em que parecia tratar-se de um evento exclusivo Volvo.
Para Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, “Foi a nossa segunda incursão na Companhia das Lezírias mas não será, certamente, a última. Fazer este passeio na primavera ou no outono oferece características tão diferentes quanto encantadoras”.

Tags:

Sobre nós

Empresa dedicada à promoção e divulgação de eventos na área do desporto motorizado da região da Guarda.

Subscrever

Media

Media