Luís Bacelo abençoado em Espite

Ourém é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito de Santarém, na região do Centro do país e Espite é a sua freguesia mais pequena... com cerca de 20Km2 e 1000 habitantes. Esta bonita e pacata aldeia tem uma associação de jovens dinâmicos que se lançaram no desafio de organizar uma etapa do Campeonato nacional de Trial 4x4... e assim, a prova aconteceu na encosta da Freiria, que o Espite aventura transformou num verdadeiro anfiteatro natural. Seria natural que na estreia nem tudo fosse perfeito, mas a verdade é que a organização do Espite Aventura convenceu, a pista conquistou público e equipas e a 6-ª e penúltima prova da competição foi um verdadeiro sucesso.

Do lado do clube organizador estiveram desde o início autarquia e junta de freguesia que incentivaram e tudo fizeram para que a freguesia mais pequena do concelho organizasse uma das jornadas mais memoráveis da época.

Bacelo vence, mas Querido é campeão

Estreou o carro já no decorrer desta época, em Gondomar, e em Espite subiu ao lugar mais alto do pódio...e logo em termos absolutos. Luís Bacelo (Oficina Bacelo) completou 12 voltas à pista, sendo assim o vencedor em termos gerais desta etapa.

Depois de 6 provas, Rui Querido (Euro4x4parts/Veicomer) está na frente da classificação geral, com mais 25 pontos do que o segundo classificado, Cláudio Ferreira (Auto Higino). Tendo em conta que falta apenas uma prova para terminar o campeonato, Rui Querido é, matematicamente, campeão absoluto de trial 4x4, tendo apenas de alinhar na grelha de partida na última prova, em Gandra.  

Vencedor estreante na Extreme

Emanuel Pires (Electro Auto Pires) foi o vencedor da classe Extreme. Mais uma equipa a estrear-se no lugar mais alto do pódio. Em 2:52:14.201 completou 8 voltas ao circuito, as mesmas do que o segundo classificado  António Silva (Canelas Pneus) , mas em menos 4 minutos e 50 segundos.

António Silva ocupou então o segundo lugar do pódio num dia em que a Toyota Hilux não deu problemas, excetuando um furo.

Já António Calçada (NordHigiene team) teve alguns problemas, nomeadamente umas cambalhotas e problemas com o guincho dianteiro e terminou a prova 40 minutos mais cedo

Quando estão cumpridas 6 provas, Pedro Alves (MonsTTer/Cistus) continua a liderar a classificação da Extreme com mais um ponto do que António Calçada e  António Silva, ambos com 100 pontos.

Bacelo vence classe Proto

Ao vencer em termos gerais, Luis Bacelo venceu também, naturalmente, a classe Proto.

Rui Querido e Ivo Mendes tiveram um dia muito difícil. Além dos problemas mecânicos, corriam com o peso do desaparecimento de um navegador conhecido desta modalidade, Nuno Graça, que foi, com Rui Querido, campeão nacional em 2014. Apesar de tudo, conquistaram o segundo lugar da classe Proto e também em termos absolutos, atingindo o principal objetivo da época.

Em terceiro terminou mais uma vez Álvaro Alves (Dream car) que mais uma vez teve muitas avarias, nomeadamente o amortecedor, quase logo no arranque, ficando obrigando a uma condução muito controlada. Ainda teve problemas com a caixa de velocidades e por isso o bronze acaba por saber a ouro.

Nas contas do campeonato, Rui Querido é também o líder da classe Proto com mais 16 pontos do que Álvaro Alves.

Terceira vitória da Campeonato a Cláudio Ferreira

Na categoria Super Proto Cláudio Ferreira até começou a etapa de Ourém com um grande azar, mas conquistou a terceira vitória da temporada e garantiu, matematicamente o título de campeão nacional de trial da classe super proto.

Sérgio Ferreira (S & J Team) capotou logo na primeira volta e daí resultaram problemas com o radiador. Mesmo assim a equipa da Madeira recuperou muito bem e conseguiu completar 9 voltas à pista.

A completar o pódio da Super Proto ficou Claudio Amarilio (Bar Amarilio), com 7 voltas ao circuito.

5 vitórias em 6 possíveis

Em Espite a classe de Promoção assistiu à luta do costume: João Fernandes (Jovi Team) e João Vicente (Santerchips/Am turbocharger/Jot4x) lutaram até à bandeirada xadrez pela vitória. Pela quinta vez esta época levou a melhor João Fernandes, com uma volta de vantagem.

João Vicente teve problemas com o guincho e teve de parar na boxe para reparar... tendo em conta que a pista da promoção estava rápida, o tempo perdido fez-lhe falta na luta pelo ouro

Em terceiro da Promoção, ficou o estreante Emanuel Luz (Repower team 4x4). O piloto de Abrantes veio experimentar o Campeonato e sai de Ourém com nota positiva.

Quando falta uma prova para terminar o Campeonato, João Fernandes lidera a classificação com mais 14 pontos do que João Vicente.

Diniz vence, mas Duque lidera

Na Classe UTV/Buggy Domingos Diniz (team Revi-clap 1) conseguiu o segundo ouro da época, mas é Daniel Duque (Duque TT) quem continua na liderança. Daniel Duque chegou a Ourém  na frente e, apesar da derrota continua na frente, mas agora com apenas 4 pontos de vantagem sobre Domingos Diniz.

O CNTrial 4x4 decide-se a 15 de Outubro, em Gandra (Paredes). Numa organização do Clube TT Paredes Rota dos Móveis vão ser encontrados os campeões nacionais de trial 4x4 2017.

Tags:

Sobre nós

Campeonato nacional de Trial 4x4.

Subscrever

Media

Media