Pedro Costa regressa às vitórias

Depois da ausência na primeira prova de 2017 e da estreia do novo carro, numa nova classe, em TorresVedras, Pedro Costa (preparações badinho/Cabral Seguros), campeão em título da Classe Extreme, foi ogrande vencedor da 3.º jornada do Campeonato Nacional de Trial 4x4 2017. Agora a competir na classe SuperProto o piloto de Oliveira de Azeméis completou 22 voltas à pista em 2 horas 57 minutos e 32 segundos. “Correubem. O carro foi construído com o material do carro que já tínhamos e acho que está preparado para ganhar. Aprova foi bastante cansativa porque tentámos não massacrar muito o carro e optávamos por fazer algunsobstáculos com guincho. Durante a primeira hora andámos muito devagar, depois fomos acelerando echegámos aos lugares da frente. Nunca parámos nem tivemos avarias. Foi bom”, disse Pedro Costa no final daprova..

Depois de 3 provas, Rui Querido (Euro4x4parts/Tibus Offroad team) segue na frente da classificaçãogeral. Apesar do sétimo lugar de Mação o piloto de Torres Vedras até aumentou a vantagem. Tem agora mais 17pontos do que Álvaro Alves (Dream Car), Luís Jorge (Hortícolas/Snack bar A Curva) e Flávio Gomes (TáBô Team4x4), todos com 30 pontos.

Floriano Maia ganha pela primeira vez Floriano Maia ganha pela primeira vezFloriano Maia ganha pela primeira vez Floriano Maia ganha pela primeira vezFloriano Maia ganha pela primeira vez Floriano Maia ganha pela primeira vezFloriano Maia ganha pela primeira vez Floriano Maia ganha pela primeira vezFloriano Maia ganha pela primeira vez Floriano Maia ganha pela primeira vezFloriano Maia ganha pela primeira vezFloriano Maia ganha pela primeira vezFloriano Maia ganha pela primeira vez

Floriano Maia (Team Flora Inovocorte/Tuff 4x4) não podia desejar um regresso mais positivo aoCampeonato Nacional. Acompanhado de Diogo Barros viajou até Mação para dar uma segunda hipótese aoSamurai na etapa do MAC TT: “no ano passado deixei aqui muito a desejar. No prólogo o carro partiu o grupocónico, parti a bomba de direção e regressei este ano para compensar”, esclarece visivelmente satisfeito comesta vitória.
Quem também quebrou o enguiço em Mação foi Pedro Alves (MonsTTer/Cistus). O piloto nunca tinhaconseguido terminar uma prova do MAC TT e por isso o segundo lugar teve um gosto ainda mais doce. O diacomeçou da melhor forma para com o melhor tempo no prólogo, mas três visitas à boxe durante a tarde e umplasma rebentado obrigaram a uma apertada gestão do andamento. No final da prova, o piloto fez questão defelicitar o MAC TT por “uma prova muito bem organizada. Esteve espetacular”.

A Toyota Hilux de António Silva (Canelas Pneus) passou as 3 horas da resistência com problemas deaquecimento que impediram o piloto de manter um ritmo muito forte. Ainda assim terminou com 18 voltas àpista, mais 5 do que o quarto classificado.

Quando estão cumpridas 3 provas, António Calçada (NordHigiene Team) continua na frente daclassificação da Extreme, mas agora com menos vantagem. Tem mais 4 pontos do que Pedro Alves.

?(Comunicado integral em anexo)

Tags:

Sobre nós

Campeonato nacional de Trial 4x4.

Subscrever

Media

Media