PORTAL DA QUEIXA VAI AO WEB SUMMIT PISCAR O OLHO À INTERNACIONALIZAÇÃO

O Portal da Queixa , a maior rede social de consumidores online do país, vai marcar presença no maior evento de empreendedorismo, tecnologia e inovação do mundo – o Web Summit – que se realiza, em Lisboa, entre os dias 6 e 9 de novembro. 

Divulgar a plataforma, com vista a captar o interesse dos investidores para a internacionalização do projeto é o principal objetivo do Portal da Queixa que, na cerimónia de abertura, em representação das startups de Portugal, sobe ao palco ao lado de Paddy Cosgrave, fundador do Web Summit; António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas; António Costa, primeiro-ministro português, entre outros.

A participar como ‘ Startup BETA Exhibitors ’ - startup tecnológica de desenvolvimento de uma plataforma social online – o Portal da Queixa vai revelar a visitantes e investidores como alterou o paradigma das reclamações em Portugal e porque se tornou uma referência nacional em matéria de consumo. 

“Vamos demonstrar a inovação tecnológica da nossa plataforma, relativamente à alteração do paradigma na relação das marcas e consumidores numa vertente de customer care, que em muito tem sido potenciado pela dinâmica de comunicação através do Portal da Queixa. Esta é uma realidade que ainda não existe em grande parte do mundo e, por isso, será sempre uma nova forma de abordar o tema com enorme capacidade de escala e crescimento” , afirma Pedro Lourenço, CEO & Founder do Portal da Queixa.

aposta na internacionalização  deste projeto único em Portugal e  pioneiro na Europa  é o grande objetivo de Pedro Lourenço que encara o Web Summit como um palco de oportunidades para gerar parcerias e potenciar novos negócios: “ O objetivo da equipa do Portal da Queixa é crescer a nível nacional mas, acima de tudo, levar o projeto para além fronteiras. Participarmos num dos maiores eventos de inovação e empreendedorismo do mundo é criar oportunidades únicas, quer para potenciarmos a nossa visibilidade noutros países e captar o interesse de investidores para o processo de internacionalização, quer para avaliarmos o potencial da plataforma junto de um público com capacidade de análise construtiva e que nos permitirá, eventualmente, aferir melhoramentos ou ideias para o futuro.”

A presença no Web Summit é um passo dado com ambição e determinação pela equipa do Portal da Queixa. Pedro Lourenço considera que o maior erro é de uma startup é esperar pelo momento certo . Esse momento ideal surge quando, em conjunto com a minha equipa, decidimos seguir a nossa intuição, sentimos que estamos preparados para crescer globalmente e que o nosso “case studie” é capaz de ser replicado para outros mercados, porque afinal não se pode adivinhar o futuro, mas tem que se ter a ousadia de construí-lo , conclui Pedro Lourenço.

 

WEB SUMMIT em números:

Estão confirmados mais de mil oradores, 1.600 startups e um total de 60 mil visitantes, oriundos de 170 países. Durante os quatro dias da iniciativa, vão realizar-se 21 conferências, com a organização a calcular que os encontros entre empreendedores e investidores totalizem algo a rondar as duas mil horas.
Nomes como Al Gore, ex-vice-Presidente dos Estados Unidos, François Hollande, ex-Presidente francês, Ramos Horta, Garry Kasparov, ex-campeão de xadrez, Liam Cunningham, ator da série “A Guerra dos Tronos" e Sara Sampaio, modelo internacional portuguesa, são alguns dos oradores com presença anunciada.
Em 2016, registou-se uma captação de 21 milhões de euros. Estima-se, ainda, que a última edição do Web Summit tenha injetado 200 milhões de euros na economia nacional.

 

  PORTAL DA QUEIXA em números:

• Média de 8.000 reclamações registadas por mês

• de 4.000 marcas presentes na plataforma

• de 180.000 utilizadores registados ( de 8.000 novos /mês)

• 2 milhões de páginas visitas/mês

• 600.000 visitantes únicos (10% do universo de utilizadores de internet em Portugal)

• TOP 300 dos sites mais acedidos em Portugal (ranking Alexa)

• de 140 mil reclamações recebidas desde 2009

 

Sobre o Portal da Queixa:

O facto de uma marca ter reclamações é uma natural consequência da sua presença no mercado. Agora, quando um cliente reclama de um produto ou serviço, é expectável que ambas as partes (marca e consumidor) iniciem um processo relacional, com vista a encontrar a solução para o problema apresentado. Esta é a verdadeira essência do Portal da Queixa : agilizar, estreitar e facilitar a comunicação entre os intervenientes, de uma forma isenta, sem intervir no processo de reclamação, sem mediar o conflito, mas tendo, sempre, como principal objetivo passar ‘Do Problema à Solução’ .

 

 

Tags:

Sobre nós

Agência de Comunicação.

Subscrever

Media

Media