Continental investe cerca de 50 milhões de euros na produção de pneus radiais agrícolas

Hannover e Lousado, 30 de junho de 2016. A Continental vai investir 49,9 milhões de euros na produção de pneus agrícolas. Assim, nos próximos anos, a empresa mundial de pneus premium e líder tecnológico irá criar uma nova unidade de produção na sua fábrica de pneus em Lousado, Portugal. No decorrer deste ramp-up, serão criados 125 novos postos de trabalho para a produção de pneus agrícolas da gama premium da marca Continental. A empresa também está a preparar alguns estudos para  novos investimentos na futura produção de pneus agrícolas, dependendo da reação positiva do mercado e da evolução das vendas.

“Com este investimento, estamos a dar um sinal claro de que a Continental está mais uma vez ativa enquanto fabricante premium no setor dos pneus agrícolas, com a nossa marca premium Continental. Em Lousado, temos uma excelente localização e uma equipa altamente motivada e experiente, que produz pneus radiais de ponta numa unidade de produção de última geração para o exigente setor agrícola,” afirmou Nikolai Setzer, membro do Conselho de Administração da Continental e responsável pela Divisão de Pneus, por ocasião da assinatura do contrato de investimento em Lousado, Portugal.

 “O setor agrícola enfrentou mudanças rápidas nos últimos anos,” explicou Thorsten Bublitz, responsável pela área de negócios de pneus agrícolas da Continental. “Considerando o crescimento da população mundial e o aumento da procura de cereais, as operações de grande escala e consequentemente a procura de pneus agrícolas topo de gama também está a aumentar. Neste negócio também temos muitos anos de experiência enquanto fabricante premium ” disse Bublitz. A Continental pretende apresentar ao mercado um portefólio completo de pneus para tratores agrícolas e máquinas para as colheitas, trabalhando em conjunto com os principais fabricantes de maquinaria desta área. A gama de produtos irá incluir pneus radiais e diagonais em 150 dimensões distintas.

A introdução de pneus radiais agrícolas da marca Continental em 2017 irá assinalar o fim do acordo de licença de marca entre a Continental e a Mitas que foi celebrado em 2004. 

Após a recente decisão por parte das autoridades reguladoras relativamente à aquisição da Mitas, a Continental irá reaver os direitos da marca antes de 2019, conforme contratualmente acordado, e assim pode introduzir o seu portfólio de pneus agrícolas na sua marca premium .

O arranque da produção de pneus radiais agrícolas da marca Continental em Lousado está previsto para 2017. A Continental já fabrica pneus diagonais para o setor agrícola em Port Elisabeth, África do Sul e Petaling Jaya, Malásia.

Para além deste investimento na fábrica de Lousado a Continental está também a investir 2,5 milhões de euros num novo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento com o objetivo de obter um crescimento mais rápido no portfólio de pneus agrícolas. Este centro vai operar em estreita colaboração com o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Central da Alemanha e vai empregar no seu início cinco engenheiros, recentemente recrutados. Está previsto o aumento dos postos de trabalho até dez colaboradores altamente qualificados.

Para Pedro Carreira – Presidente do Conselho de Administração da Continental Mabor, “este investimento é crucial para a sustentabilidade da empresa, dotando-a de uma unidade de negócios completamente nova que só será possível com o apoio do Estado Português. É o resultado de uma estratégia da fábrica de Lousado e o querer de todos quantos trabalharam e trabalham em Lousado. É também demonstrativo da confiança do acionista na nossa capacidade e na vontade de continuar a criar valor”.

O projeto LousAgro  será co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do COMPETE 2020, no montante de 12,7 milhões de euros de Fundos da União Europeia.

A Continental é igualmente fornecedora de componentes e sistemas para máquinas e infraestruturas agrícolas. O leque de produtos estende-se desde instrumentação integrada e soluções para câmaras, até sensores, tecnologia de fachas de borracha e correias transportadoras, e tratamento de gases de escape. Ao fornecer esta combinação de componentes a partir de uma única fonte, a Continental fica numa posição de poder oferecer a empresas do setor agrícola soluções integradas para maior eficiência, simpatia ambiental e preservação de recursos.

O investimento no setor de pneus radiais agrícolas em Lousado é parte da Visão 2025, lançada em 2011 e utilizada pela Divisão de Pneus para planeamento estratégico e implementação sistemática de progresso tecnológico. Outros exemplos incluem investimentos no AIBA ( Automated Indoor Braking Analyzer ) em 2012, a fábrica ContiLifeCicle de recauchutagem de pneus de pesados e reciclagem de borracha em Hannover-Stöcken em 2013, e o Centro de Tecnologia de Alta Performance em Korbach em 2014.

Continental  desenvolve tecnologias inteligentes para o transporte de pessoas e mercadorias.

Como parceiro de confiança, o fornecedor automotivo internacional, produtor de pneus, parceiro industrial, fornece soluções inovadoras, confortáveis, seguras, económicas e sustentáveis. Em 2015 o Grupo obteve um volume de negócios de 39,2 mil milhões de euros com as suas cinco divisões – Chassis & Segurança, Interior, Powertrain, Pneus e ContiTech. A Continental emprega atualmente mais de 212 000 pessoas em 55 países.

A Divisão de  Pneus  tem atualmente 24 centros de produção e de desenvolvimento a nível mundial.

A grande gama de produtos e investimentos contínuos na pesquisa e desenvolvimento são um grande contributo para a mobilidade eficiente, ecológica e relação custo-eficiência. Como empresa líder mundial no fabrico de pneus, com mais de 49 000 colaboradores, esta divisão alcançou um volume de vendas de 10,4 mil milhões de euros em 2015.

A Área de Negócios de  Pneus Pesados  da Continental é uma das maiores a nível mundial, na produção de pneus pesados, para autocarros e pneus especiais.  Esta unidade de negócios está a transformar-se de simples produtora de pneus a fornecedora de produtos, serviços e soluções para viaturas pesadas.

 

A Continental Mabor encerrou o exercício de 2015 com um volume de vendas de 820,56 milhões de euros e o resultado líquido ascendeu a 243,09 milhões de euros. O “cash flow” do exercício foi de 274,63 milhões de euros e o VAB (valor acrescentado bruto) atingiu os 410,26 milhões de euros. A Continental Mabor empregava no final de 2015, 1794 trabalhadores.

O conjunto das empresas do Grupo Continental em Portugal (Continental Mabor, Continental - Indústria Têxtil do Ave, Continental Pneus, Continental Lemmerz e Continental Teves) em 2015 faturou 1 092,54 milhões de euros e encerrou o ano com um total de 2 395 colaboradores.

 

Tags:

Sobre nós

Indústria de Pneus de Portugal.

Subscrever

Media

Media