Google, CP e REFER em parceria

A Google, em parceria com o grupo CP e a REFER, iniciam esta semana a recolha de imagens 360º de várias linhas do país, com o objetivo de as disponibilizar na plataforma Google Street View. Algumas das mais belas paisagens ferroviárias portuguesas poderão, em breve, ser vistas por internautas do mundo inteiro, através das aplicações Google Maps e Google Earth.

Portugal será o segundo país europeu a estar presente nesta plataforma, após a filmagem, em 2012, de uma linha ferroviária nos Alpes suíços.

A concretização desta operação envolve a circulação de uma composição ferroviária constituída por um vagão plataforma, da CP Carga, com um equipamento especial de recolha de imagens da Google que será impelido por uma locomotiva. A programação logística envolveu técnicos da CP, CP Carga, EMEF e REFER, para garantir o sucesso desta operação, inédita em Portugal, quer pelas características da composição utilizada, quer pelas necessidades específicas de circulação necessárias para garantir a qualidade das imagens a obter.

As linhas do Douro e de Cascais merecem especial destaque, no percurso de cerca de 700 km que esta composição vai realizar, dado que já são consideradas duas das linhas ferroviárias mais belas do mundo, constituindo dois fortes atrativos turísticos portugueses.

Este projeto insere-se no Trekker Loan Program da Google que permite, a entidades interessadas, a candidatura ao empréstimo do equipamento, para captação de imagens em zonas de difícil acesso e com interesse turístico ou histórico.

As imagens recolhidas serão posteriormente tratadas por técnicos da Google, sendo previsível a sua disponibilização nos próximos meses.

A CP, a REFER e a Google acreditam que esta iniciativa, que permite uma perspetiva inédita de regiões de elevado potencial turístico, algumas já classificadas como Património da Humanidade pela UNESCO, vai contribuir para a promoção do caminho-de-ferro e para o desenvolvimento do sector do turismo em Portugal.

Tags:

Sobre nós

Empresa portuguesa de transporte ferroviário. Sucedeu em 2009 à empresa Caminhos de Ferro Portugueses, esta última tendo já sucedido em 1976 à empresa Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses.

Subscrever