JULHO 2015: CP VOLTA A CRESCER EM PASSAGEIROS

- 69 milhões de passageiros entre janeiro e julho de 2015
- Em julho, Alfa Pendular bate record
- A CP regista 23 meses consecutivos de crescimento
 
A CP – Comboios de Portugal transportou este ano, até ao final de julho , cerca de 69 milhões de passageiros em todos os seus serviços, mais 1,5 milhões do que o período homólogo de 2014 (crescimento de 2,3%). Julho é, assim, o 23º mês consecutivo de aumento do volume de passageiros, que teve início em setembro de 2013.
 
Só no mês de julho , o volume de passageiros ultrapassou os 9,5 milhões, um crescimento de 2,1% face ao mesmo mês de 2014.
 
Os comboios Urbanos de Lisboa registaram 6,47 milhões de passageiros, logo seguidos dos comboios Urbanos do Porto, com 1,59 milhões. Os serviços Regionais cresceram 4,8%, com mais de 905 mil passageiros.
 
O mês de julho foi o melhor mês de sempre para o Alfa Pendular, que bateu o seu record ao atingir mais de 194 mil passageiros transportados no mês (um aumento de 7,2% relativamente a julho de 2014), a bordo dos dez comboios que compõem a frota deste serviço.
 
Os proveitos de tráfego acompanharam este crescimento, com 4,2% de aumento no mês e 2,7% no acumulado de janeiro a julho de 2015.
 
Estes resultados reafirmam a aposta da Empresa numa forte dinâmica comercial, com a implementação de novas soluções: desde a apresentação de produtos diversificados e a redução de tempos de viagem, à melhoria das ligações e à integração das tarifas de Longo Curso e Regional, procurando sempre a criação de vantagens para os clientes.
 
A elevada procura registada nos meses de verão tem levado a Empresa a trabalhar no máximo da sua capacidade, sendo que os reforços da oferta têm apresentado taxas de ocupação muito próximas dos 100%. Face ao aumento consistente e continuado da procura, estão em estudo soluções para reforçar a sua frota já em 2016.

Tags:

Sobre nós

Empresa portuguesa de transporte ferroviário. Sucedeu em 2009 à empresa Caminhos de Ferro Portugueses, esta última tendo já sucedido em 1976 à empresa Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses.

Subscrever