CUSHMAN & WAKEFIELD DESTACA TENDÊNCIAS NO SETOR DE ESCRITÓRIOS A NIVEL GLOBAL

A Cushman & Wakefield (C&W) publicou a mais recente edição do estudo Global Office Forecast , no qual identifica a eficiência e a qualidade como os pontos chaves na procura de escritórios em todo o mundo, bem como no nível de rendas praticado.
 
Numa perspetiva global, 2014 foi um ano melhor para o setor de escritórios, com melhorias significativas em vários mercado, e com bases sólidas para 2015. Existem, contudo exceções, especialmente em nos países com instabilidade politica e/ou economias estagnadas.
 
Algumas das principais conclusões do estudo relativamente à Europa:
 

  • Em 17 das 21 cidades europeias monitorizadas é esperado um crescimento dos valores de rendas de escritórios nos próximos 12 meses
  • Este crescimento será liderado pelas cidades de Dublin, Londres, Munique e Amesterdão, mas também, apesar de a um ritmo mais lento, Istambul e Estocolmo
  • Em Londres, as empresas de media e tecnológicas motivam a atividade do setor na zona de West End, e também na City se regista mais atividade originária deste setor e da banca
  • As cidades que registaram decréscimos na atividade de escritórios foram Moscovo, Praga, Paris e Zurique, mas todas (com exceção de Moscovo), têm previsão de crescimento em 2015-2016
  • Portugal deverá manter a tendência de recuperação, com descida gradual dos níveis de desocupação. Espera-se que a pressão negativa sobre as rendas diminua, que será possivelmente antecipada por uma redução dos incentivos dados por parte dos proprietários.
 
 
 

Tags:

Sobre nós

Multinacional dedicada a serviços imobiliários de consultoria e research, estratégia de portfólio e gestão de risco.

Subscrever