CUSHMAN & WAKEFIELD VENDE TORRE OCIDENTE

A Cushman & Wakefield (C&W) anunciou a venda da Torre Ocidente, parte integrante do complexo das Torres Colombo. A Torre Ocidente, com cerca de 29.000 m2, é um dos mais emblemáticos edifícios de escritórios de Lisboa.

Nesta, que é uma das mais importantes transações imobiliárias do ano, a C&W atuou em nome do consórcio vendedor, formado pela Sonae Sierra, Caixa Geral de Depósitos, Iberdrola e CBRE Global Investors. O comprador foi um fundo imobiliário cotado em Singapura.

Para António Camilo Alves, responsável da área de Business Space  Investment da equipa de Investimento da Cushman & Wakefield em Portugal, “Esta operação, pela sua dimensão, perfil de transação, motivação do comprador e qualidade do produto, sublinha a confiança dos investidores internacionais na economia portuguesa, no mercado imobiliário português e num ativo de exceção”.

O projeto das Torres Colombo, que compreende dois edifícios de escritórios com 14 pisos e uma área bruta total de 29.000 m2 cada, ficou concluído com a construção da Torre Ocidente em 2011. Os escritórios deste edifício ficaram totalmente ocupados no final do ano passado, tendo inquilinos de renome como BNP Paribas, Sonae Sierra, Lilly Portugal, ManpowerGroup Solutions, WS Atkins, Leo Pharma, Viacom e Arvato.

A Cushman & Wakefield esteve envolvida na comercialização das duas torres, Oriente e Ocidente, desde o início do projeto, tendo colocado grande parte dos seus atuais inquilinos.

Tags:

Sobre nós

Multinacional dedicada a serviços imobiliários de consultoria e research, estratégia de portfólio e gestão de risco.

Subscrever

Media

Media