Vinhos do Tejo premiados no “Mundus Vini Grand International Wine Award” e “Berliner Wein Trophy”

Os prestigiados Vinhos do Tejo somaram no total 17 medalhas, das quais 6 de ouro e 11 de prata no Mundus Vini , um dos maiores concursos alemães de vinho, onde mais de 8.000 vinhos foram avaliados durante três dias por um painel internacional de jurados (40 países).
 
A ENOPORT United Wines foi premiada com duas medalhas de ouro com os vinhos “Cabeça de Toiro Reserva Tinto 2012” e “Serradayres Reserva Tinto 2013” e com duas medalhas de prata nos vinhos “Cabeça Toiro Special Selection Tinto 2010” e “Moura Basto Tinto 2013”.
 
O Casal da Coelheira distinguiu-se com duas medalhas de ouro com os vinhos “Casal da Coelheira Tinto 2012” e “Casal da Coelheira Reserva Tinto 2012”. Já o vinho “Mythos Tinto 2012” foi premiado com a medalha de prata.
 
Também os vinhos “Convento de Tomar Reserva Tinto 2012”, da Herdade dos Templários e “Quinto Elemento Tinto 2012” da Quinta do Arrobe foram premiados com medalhas de ouro.
 
A Adega Cooperativa do Cartaxo foi distinguida com cinco medalhas de prata nos vinhos: “Bridão Clássico Tinto 2012”; “Bridão Touriga Nacional Colheita Selecionada Tinto 2012”; “Bridão Syrah Tinto 2012”; “Bridão Private Collection Tinto 2012” e “Coudel Mor Reserva Tinto 2011”.


Já a Sociedade Agrícola Casal do Conde recebeu duas medalhas de prata pelos vinhos “Terra Chã Tinto 2010” e “Casal do Conde Alvarinho Branco 2014”.
 
Por fim, mais uma medalha de prata foi entregue nesta edição do Mundus Vini Sping Tasting para o vinho “Vale de Fornos Branco 2014” da Sociedade Agrícola Vale de Fornos.
 
No Berliner Wein Trophy 2015, outro dos maiores eventos vínicos da Alemanha, os vinhos do Tejo foram premiados com 6 medalhas de ouro.
 
A Enoport United Wines destacou-se ao ver premiados 3 vinhos, o ”Caves Monteiro Reserva Tinto 2011”, o “Cabeça de Toiro Reserva Tinto 2012” e o “Enigma Syrah Tinto 2014”.
 
A Quinta da Lapa arrecadou uma medalha de ouro com o vinho “Quinta da Lapa Selection Tinto 2013”, bem como o “Clavis Aurea Reserva Tinto 2012” da Quinta do Casal Monteiro e o “Ninfa Escolha Tinto 2011” da Sociedade João M Barbosa Vinhos.
 
 
Os Vinhos do Tejo têm feito uma forte aposta no mercado alemão em 2015 e a demonstrá-lo está a participação, pela primeira vez enquanto região, no prestigiado evento germânico ProWein com a presença de quinze produtores do Tejo.
 
E para além destas estão já preparadas outras duas ações naquele país que é o principal importador de vinho do mundo. Um evento que proporcionará em workshops a harmonização de gastronomia portuguesa com Vinhos do Tejo nas cidades de Munique, Colónia e Hamburgo já em Abril e um outro, em Junho, que vai proporcionar aos consumidores alemães a descoberta dos Vinhos do Tejo ao som do Jazz.
 
 
 
Sobre a CVR Tejo
A Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) é a entidade responsável pela promoção e certificação dos vinhos da região. A região dos Vinhos do Tejo é composta por um total de 17 mil hectares, que produzem, anualmente cerca de 630 mil hectolitros. Entre 2008 e 2013 a exportação da região cresceu 78%, sendo que em 2013, o desempenho global ao nível das exportações de Vinhos do Tejo para o mercado internacional (União Europeia e países terceiros) ultrapassou os 14 milhões de garrafas.
Os três maiores mercados da região foram, em 2013, Angola, Suécia, China, sendo que os  EUA, Polónia e Brasil, revelaram-se nesse ano os mercados com maior crescimento percentual.
  

Tags:

Sobre nós

Comissão Vitivinícola Regional do Tejo.

Subscrever