O Conselho Mundial da Energia desenvolve a sua implantação na América Latina e Caraíbas com a nomeação de um novo Responsável Regional

Londres, 11 de Junho de 2013 - O Conselho Mundial da Energia (WEC) nomeou o Dr. Nicolás M. Depetris Chauvin como Responsável Regional para a região América Latina e Caraíbas (ALC).

O Dr. Depetris Chauvin irá auxiliar o desenvolvimento da estrutura do WEC na região ALC, tendo sido encarregado de promover a participação dos membros do WEC da região na rede global de alto nível do WEC, criar novos Comités Membros nacionais e reforçar o relacionamento com organizações e bancos de desenvolvimento regionais. O Dr Depetris Chauvin irá apoiar os estudos e programas de trabalho do WEC através de perspectivas estratégicas transversais para o sector energético global. Será também orador em conferências e eventos em representação do WEC.

José Antonio Vargas Lleras, da Cplômbia, e Vice-Presidente do WEC para a América Latina e Caraíbas, afirmou: “A América Latina possui recursos energéticos abundantes, mas também enfrenta múltiplos desafios: adaptação aos impactos das alterações climáticas, aumento do acesso á energia, redução dos subsídios aos combustíveis fósseis e promoção da integração regional. O nosso mandato é ajudar a região a gerir estes desafios e encaminhá-la para uma via de crescimento sustentável. Dou as boas vindas a Nicolás e antevejo o contributo que nos vai trazer.”

O Dr Christoph Frei, Secretário Geral do WEC, acrescentou: “A América Latina é uma região importante para o Conselho Mundial da Energia. A transformação global a nível da energia oferece grandes oportunidades e também desafios à América Latina, e nós vamos procurar fazer avançar a agenda regional energética com os contributos dos nossos estudos de referência, a partilha das nossas melhores práticas e a nossa rede de líderes na energia. Espero trabalhar nestas áreas com a liderança de José Antonio Vargas Lleras e o apoio de of Nicolás Depetris Chauvin.

O Dr. Depetris Chauvin (38), da Argentina, é um economista senior com experiência em desenvolvimento, economia de recursos e comércio internacional, abrangendo não só a América Latina mas também a África Sub-Saariana e o Médio Oriente.

Nicolás Depetris Chauvin afirmou: “Estou muito entusiasmado por integrar a mais importante organização que abarca todo o espectro da energia, e fazê-lo desde uma região com grande potencial no sector energético. Espero contribuir para o nosso trabalho na América Latina colaborando com os comités nacionais, governos e empresas.”

Antes de entrar no WEC, o Dr Depetris Chauvin foi Conselheiro Sénior no Centro Africano para a Transformação da Economia, um think-tank de políticas e investigação no Ghana, contribuindo para  a estratégia e conteudo dos programas de trabalho da organização. As suas anteriores ocupações também incluíram o aconselhamento estratégico e investigação no Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (UNDP), o Banco Mundial, o Centro Oxford para a análise da economias ricas em recursos e o Ministério da Economia da Argentina.

Contactos de Imprensa:

Monique Tsang / +44 20 3214 0616 / tsang@worldenergy.org

Florence Mazzone / +44 20 72 922090 / mazzone@worldenergy.org

Sobre Conselho Mundial da Energia

O Conselho Mundial da Energia (CME) é a principal rede independente de líderes e profissionais da energia que promove um sistema energético acessível, estável e ambientalmente responsável, para o maior benefício de todos.

Constituído em 1923, o Conselho Mundial da Energia é uma organização energética global, reconhecida pelas Nações Unidas, e representativa de todas as vertentes do sector energético, com mais de 3000 organizações afiliadas, localizadas em mais de 90 países e provenientes de governos, empresas estatais e privadas, universidades, ONGs e entidades relacionadas com a energia.

O Conselho Mundial da Energia contribui para as estratégias nacionais, regionais e globais de energia, através da organização de eventos de alto nível, da publicação de estudos de referência e do trabalho da sua extensa rede de comités membros, para promover o diálogo de política energética a nível mundial.

Os comités membros do CME na região América Latina e Caraíbas incluem, presentemente: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Paraguai, Peru, Trindade e Tobago, e Uruguai. O México é também membro, integrando o grupo regional da América do Norte.

Informações adicionais em  www.worldenergy.org  e @WECouncil  

Subscrever