EXPOSIÇÃO A LISBOA QUE TERIA SIDO | MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA

O Museu de Lisboa convida para o lançamento do catálogo da exposição “ A Lisboa que Teria Sido ”, no dia 3 de junho, às 18h, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.

 

A Lisboa que Teria Sido , comissariada por António Miranda e Raquel Henriques da Silva, apresenta cerca de 200 peças de projetos urbanísticos e arquitetónicos que não chegaram a ser concretizados, desde o século XVI até à contemporaneidade, de autores como Francisco de Holanda, Eugénio dos Santos, J. C. Nicolas Forestier, Ventura Terra, Cristino da Silva, Raul Lino, Cottinelli Telmo, Cassiano Branco, Siza Vieira, Manuel Graça Dias e Egas José Vieira, entre outros.  

 

A exposição, que recebeu vários milhares de visitantes, termina já no próximo dia 18 de junho.

No âmbito da exposição, o Museu de Lisboa organizou visitas, atividades para famílias e convidou arquitetos, urbanistas e outros pensadores para várias conversas sobre a cidade.

 

Próximas conversas A Lisboa que Teria Sido:

> 7 JUNHO, QUARTA, 18H30

Conservação e restauro do acervo a propósito da exposição: Maria Freitas e Nuno Cardoso (Portugal dos Pequeninos)

 

> 18 JUNHO, DOMINGO, 18H30

A Avenida Almirante Reis e o Martim Moniz: Hélia Silva, José Martins Barata, Rita Mégre e Tiago Lourenço

Exposição patente até dia 18 de junho, de terça a domingo, das 10h às 18h, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.

Custo: 3 € com descontos disponíveis no site do Museu .  

Mais sobre a exposição aqui. Imagens aqui.

Tags:

Sobre nós

Empresa de gestão de equipamentos e animação cultural.

Subscrever

Media

Media