Nova visita temática e programa da semana

No próximo sábado, dia 16 de Maio, uma nova proposta de visita temática à Casa Fernando Pessoa : Amor+Pessoa encoraja os visitantes a conhecer Fernando Pessoa e o espaço, lugar e importância do Amor nas suas múltiplas dimensões e vidas . Ainda esta semana, encerra o ciclo que, desde Outubro último, celebra os 8 séculos de Língua Portuguesa, Poetas de Mar e Mundo , e regressam os Solistas da Metropolitana para um recital de violino e piano.

Dia 16 de Maio, sábado às 11h30, arranca uma nova visita temática à Casa Fernando Pessoa. A visita Amor+Pessoa encoraja os visitantes a conhecer Fernando Pessoa e o espaço, lugar e importância do Amor nas suas múltiplas dimensões e vidas: “o amor romântico, o amor à pátria, o amor à língua portuguesa, o amor à família ou até o amor carnal, Pessoa amou, como de resto amaram todos os seus eus. E (d)escreveu-o. Por detrás do fingimento poético que foi sua ferramenta criativa, o “falso virgem” teceu amor nas entrelinhas de grossa fatia da sua escrita. E se é verdade que quase sempre cerebralizou esse amor, dele se distanciando para melhor o interpretar, não é menos verdade que nos deixou pistas evidentes para a decifração dessa escolha.” Com orientação e assinatura de Ricardo Belo de Morais (Equipa de Museologia e Património da CFP).
 
As visitas temáticas da CFP surgem da vontade de guiar os visitantes por lugares e tópicos alternativos – dentro de portas, viajando porém ao encontro dos interesses e curiosidades dos mais intrigados. São visitas-experiência, aproximação aprofundada a um determinado tema, uma certa vertente, uma escolhida linha de leitura para chegar ao universo pessoano ou a regiões de vizinhança. E sobretudo a vontade de abrir a porta para novas linguagens, interpretações outras.
 
Ainda esta semana, quinta, dia 14 de Ma io, às 18h00, terminam as sessões de poesia  Poetas de Mar e Mundo , sendo Portugal o país em destaque. Estas sessões celebraram, na CFP, desde Outubro de 2014, os 8 séculos de Língua Portuguesa. Nesta última sessão, a moderação cabe, uma vez mais, a Maria José Maya , sendo o convidado especial Carlos Carranca , poeta, declamador e cantor.
 
Sexta, dia 15 de Maio, às 18h30 , regressam os Solistas da Metropolitana com um recital de violino e piano. Neste recital, o “piano e o violino são os instrumentos que nos permitem conhecer mais profundamente a identidade criativa de Johannes Brahms: o piano, porque através dele se notabilizou enquanto intérprete virtuoso, condição determinante para se notabilizar em início de carreira; o violino, porque ao longo da vida cruzou-se com violinistas que tiveram grande influência na sua produção musical.” Com Liviu Scripcaru  (violino) e Savka Konjikusic  (piano).
 
No sábado, dia 16 de Maio, às 17h , acolhe-se também o lançamento do livro Na Floresta do Alheamento , de Celeste Malpique. A apresentação está a cargo de Ana Belchior Melícias , psicóloga e psicanalista.
 
Na programação do mês da Casa Fernando Pessoa há ainda espaço para a poesia, o centro e tema sempre presente na CFP, que se desdobrará entre o debate em torno da obra de Mário de Sá- Carneiro, nos seus 125 anos, com Fernando Cabral Martins, Gustavo Rubim e Paula Morão, dia 19 de Maio, terça, às 19h00; e na apresentação e leituras de Voo Rasante (editora Mariposa Azual), livro colectivo de poesia portuguesa contemporânea, dia 28 de Maio, quinta, às 19h00 . E espaço para as audições de piano do Instituto Gregoriano de Lisboa , associando-se a Casa Fernando Pessoa uma vez mais ao ensino artístico.

E em Maio continua-se a pensar Orpheu , "revista extinta e inextinguível": nos debates  O que é ser moderno hoje? , na exposição Os testamentos de Orpheu , de Pedro Proença, e na exposição itinerante Nós, os de Orpheu - disponível para circulação nacional e internacional.
 
Continua, até dia 30 de Maio, o workshop de improvisação em tempo real orientado por Luís Bragança Gil, Impro'voices . Este projecto encerra com um concerto no dia 30 de Maio, sábado, às 21h30, do Open Mind Ensemble , colectivo que combina a improvisação livre com a composição em tempo real. 
 
Acolhe-se também, dia 22 de Maio, às 18h00 , o lançamento de Apostila , de António Vera (1923-2012).
 
A Casa Fernando Pessoa, casa habitada pelo autor nos últimos 15 anos da sua vida, está aberta de Segunda a Sábado, das 10H00 às 18H00. Além da programação regular que dinamiza este espaço, pode também visitar-se o quarto de Fernando Pessoa e a biblioteca temática, especializada em Fernando Pessoa e em poesia.
 
Agradecemos desde já a vossa colaboração na divulgação destas actividades e juntamos fotografia e informação detalhada.

Tags:

Sobre nós

Empresa de gestão de equipamentos e animação cultural.

Subscrever

Media

Media