Exploratório inaugura Cabine do Livro Vadio

A cerimónia de inauguração conta com a participação de José Bernardes, diretor da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra e investigador no Centro de Literatura Portuguesa, e do poeta Manuel Dias da Silva. O evento integra a programação do Exploratório para a Noite Europeia dos Investigadores 2016.
 
Cabine do Livro Vadio é o mais recente projeto do Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra. Trata-se de uma cabine telefónica, cedida pela Fundação PT, parceira do projeto. Vermelha e com um aspeto vintage, esta cabine deixou de ter o habitual telefone para passar a ter uma estante. Os livros, cedidos ao Exploratório por diversas entidades e editoras que se associaram ao projeto, podem ser consultados no local, levados para casa, devolvidos ou trocados por outros, a única regra obrigatória é que sejam lidos!
 
O objetivo desta cabine telefónica transformada em biblioteca é promover hábitos de leitura fundamentalmente nas áreas de ciência e tecnologia, potenciar a cultura e a literacia e dar a conhecer novos livros ao público leitor. Localizada junto à entrada principal do Exploratório, a Cabine do Livro Vadio está aberta de terça a sexta-feira, das 09h30 às 17h30 e aos fins-de-semana e feriados das 10h00 às 18h00. Neste horário qualquer pessoa pode aceder à cabine e ler ou levar livros, não havendo sequer a necessidade de passar pela receção do Exploratório. “O acesso é totalmente livre e esta é uma das novidades, já que em qualquer biblioteca tradicional é necessário haver um registo, aqui basta entrar, escolher um livro e lê-lo” diz Paulo Trincão, diretor da instituição. “temos livros de várias temáticas e para várias idades, mas nesta fase de arranque focámo-nos sobretudo em ter livros relacionados com ciência e tecnologia, no entanto, havendo a possibilidade de levar, trocar e doar livros à nossa Cabine , e daí o nome Livro Vadio , acreditamos que em breve teremos livros de todas as áreas”, adianta o diretor do Exploratório.
 
A inauguração da Cabine do Livro Vadio está agendada para a próxima sexta-feira, 30 de setembro, pelas 18h00, junto à Cabine, na entrada principal do Exploratório. O certame, de entrada livre, está integrado na programação do Exploratório para a Noite Europeia dos Investigadores. “Quisemos associar a literatura à ciência porque existe atividade científica e de investigação em torno da literatura e por isso mesmo vamos ter connosco um investigador nesta área” adiantou Paulo Trincão. A par de José Bernardes, investigador do Centro de Literatura Portuguesa da Universidade de Coimbra, também Manuel Dias da Silva participará no evento onde declamará alguns poemas de ciência.

Tags:

Sobre nós

Primeiro centro interativo de Ciência em Portugal, constituído em 1995 como associação sem fins lucrativos, tendo a Universidade de Coimbra e a sua Faculdade de Ciências e Tecnologia como principais associados fundadores e a Casa Municipal da Cultura de Coimbra como anfitriã.

Subscrever

Media

Media