Exploratório lança novo projeto "Quando o Céu quiser"

São sessões de observação noturna que acontecem sempre que existam fenómenos astronómicos de referência. A primeira sessão conta com uma Super Lua e vai decorrer no Exploratório.

“Quando o Céu quiser” é o nome do novo projeto do Exploratório. Tratam-se de sessões de observação noturna que decorrem em várias datas, sempre que se verifiquem fenómenos astronómicos relevantes. As sessões decorrem em diferentes espaços da Região Centro, na perspetiva de “poder levar este tipo de atividades e iniciativas a outras áreas e outros públicos que vão além da cidade de Coimbra”, revelou a direção do Exploratório. Figueira-da-Foz, Condeixa, Cantanhede ou Sertã são algumas das localidades que vão contar com sessões de observação noturna.

O nome da iniciativa pretende esclarecer que as sessões só acontecem “se o céu quiser, pois a visibilidade depende de um conjunto de fatores atmosféricos alheios ao Exploratório e é precisamente isso que pretendemos também que o público entenda. Tal como em muitas outras áreas científicas, também a astronomia e, neste caso, a observação do céu, não depende apenas dos cientistas”, adiantou Paulo Trincão, diretor do Exploratório.

A primeira sessão está agendada para as 21h00 da próxima quarta-feira, 31 de janeiro, altura em que se prevê a observação de uma Super Lua. A atividade decorre no Exploratório. As sessões são gratuitas e abertas a toda a população interessada em temáticas relacionadas com astronomia, não sendo necessária inscrição prévia. O programa semestral desta iniciativa está disponível em www.exploratorio.pt.

Tags:

Sobre nós

Primeiro centro interativo de Ciência em Portugal, constituído em 1995 como associação sem fins lucrativos, tendo a Universidade de Coimbra e a sua Faculdade de Ciências e Tecnologia como principais associados fundadores e a Casa Municipal da Cultura de Coimbra como anfitriã.

Subscrever

Media

Media